InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Compartilhe | 
 

 Resident Evil : Deadly Silence By. Sophia Blood And Sora Sparks (+16)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Mad Sora

avatar

Mensagens : 88
Pontos : 115
Data de inscrição : 20/10/2011
Idade : 20
Localização : In Noialand xD No Castelo De Norris

MensagemAssunto: Resident Evil : Deadly Silence By. Sophia Blood And Sora Sparks (+16)   Sex Dez 16, 2011 11:02 pm

Sinopse: Depois de um desastre em uma pequena ilha Sophia é mandada para um pequeno vilarejo na Rússia, sem encontrar pistas e depois de vários dias investigando o passado de Leon sem saber onde ele está, ela é mandada para capturar um ex-agente da Umbrella, seu nome é Sora Sparks. Agora um membro de uma organização clandestina Anti-Umbrella, ele tenta fazer de tudo para achar o protótipo de um suposto vírus que está sendo desenvolvido em uma ilha perto do Vilarejo.
Sophia tem grandes surpresas ao decorrer da historias, memórias vindo a tona, segredos obscuros da Umbrella sendo revelados, sentimentos vindo a tona, segredos revelados e um passado obscuro vindo de uma pessoa inesperada será inevitável, ela sente um sentimento de vingança contra a Umbrella e suas experiências, isso tudo só vai fazer o sentimento de vingança de Sophia crescer mais e mais, porque o que a Umbrella fez com Sophia e sua família não tem perdão...
Será que Sophia, Sora e Leon conseguirão sair com vida de mas um pesadelo causado pela Umbrellla e suas experiências? Descubra lendo...

Aviso : Já que a fic foi escrita por mime Sophia Blood no final dos capítulos botarei o nome do autor do capitulo.
50 % Dos Creditos a Soph-chan.


____________________________________
First Chapter - Memories of Sora and New Mission


–Prólogo-

–Adeus meu lar , adeus minha vida , adeus a tudo quando se tem de dar adeus a tudo para ser mandado para morte sem nem mesmo saber , os pesadelos são mais do que inevitáveis , quando não se tem nem idéia do que vai enfrentar e ainda mais quando você sobrevive e leva em sua memória as lembranças esquecidas do Silencio Mortal ( Deadly Silence)

Meu nome é : Sora Champell Sparks

alguns anos de repente um virus atacou Raccoon ele conseguiu destruir tudo me lembro de algumas coisas tipo :

–Eu realmente não sei o que aconteceu a cidade realmente explodiu , peguei essa filmadora que achei em uma igreja aqui tem muitas coisas sobre o que estava acontecendo em Raccoon City , monstros e zumbis isso não e possível – falava o jovem garoto saindo de Raccoon City com um avião roubado .



sou um ex-soldado da Umbrella corp. , A 7 anos atrás sobrevivi a um incidente em Raccoon City não sei por que aquilo aconteceu , nem mesmo por que fui mandado para Racoon City , uma espécie de vírus escapou muitas pessoas morreram mas o problema foi que eles não continuaram mortos .

Estava dormindo em meu apartamento quando meu dispositivo de chama de vídeo foi acionado –Alo ? seja quem for e melhor esta morrendo para me acordar essa hora – Falo o jovem murmurando .

– Sora aqui e Chris Redfield foram detectados novos experimento ilegais da Umbrella na Russia em um pequeno vilarejo que de pouco tenho conhecimento , seja como for hoje a noite você vai partir para investigar , e cuidado com os agentes da CIA eles sempre estão atrás de membros de organizações Anti-Umbrellla –

–Esta bem – falou o jovem revirando os olhos

Logo o jovem bem mal humorado se levanto para tomar um banho , ele pegou uma toalha branca e entrou no banheiro , ele ligou o chuveiro e a água corria pelo seu corpo e seus cabelos loiros ele carregava em sua mente o pensamento .

– A Umbrella esta trabalhando em um novo experimento ? ,Se isso for verdade a Rússia vai se torna um verdadeiro pesadelo Raccoon City foi so o inicio , Mas agora a Rússia ? –

Pensava o jovem logo ele saiu do banheiro caminho ate seu celular que estava em cima da sua cama , ele pegou e tinha uma ligação perdida de Chris Redfield

Fui ate minha sala para pegar a mesma câmera de vídeo que tinha encontrado em Raccoon City , ela ainda tinha a mesma gravação de Raccoon City , de uma garota filmando ate ela ser morta por alguma coisa

Logo peguei uma jaqueta minha e uma mochila onde botei a câmera de vídeo peguei a chave do meu carro

http://www.fotosimagens.net/wp-content/uploads/2011/09/Carros-de-luxo-aston.jpg

Fui dirigindo mas por algum motivo estava tendo breves Flash Backs

(Flash Back On)

–Jill ? , acabou acorde , acorde acabou ele esta morto –

(Flash Back Off)

Cheguei na organização Anti-Umbrella , fui entrando no prédio estava na recepção , estava esperando o elevador para ir para sala central , fui andando ate o elevador fiquei esperando ele por uns 2 minutos , logo entrei dentro do elevador e fui para a sala principal tinha um homem me esperando na sala ele era o fundador da sede Anti-Umbrella .

Ele já estava me esperando

–Sora Sparks ? –

–Sim – Respondi

–Você vai para Rússia daqui a algumas horas , pegue essa arma e essa passagem de avião

Falo o velho –Homem o entregando a Arma e a passagem de avião , Fui em Casa para pegar umas roupas , para ir para o aeroporto fui dirigindo rapidamente para não perder meu vôo

Peguei uma taxi e fui para o aeroporto passei pela sala de embarque e logo cheguei no avião minha cadeira era a numero 32 fui indo vendo o numero das cadeiras e logo sentei em uma cadeira , o vôo foi um pouco demorado mas ao amanhecer eu já estava na Rússia Estava frio Peguei uma luva e botei aluguei uma carro e fui dirigindo ate uma velha cabana parei o carro na frente dela , levei minha arma comigo eu entrei a porta estava aberta tinha um homem de idade na frente do fogo cozinhando alguma coisa com cheiro de podre

– Senhor você pode me dizer onde e vilarejo Koshmar? - Perguntei me aproximando

ele respondeu so com gemidos e grunhidos eu toquei no ombro dele e ele me atacou com um tapa fazendo eu cair no chão fazendo com que minha arma deslizasse para de baixo do armário do senhor ele foi em minha direção com uma machadinha , ele tentou me atacar eu dei uma rasteira fazendo ele cair no chão eu me levantei e corri para o andar de cima da casa onde tinha escadas olhei para a parede e tinha um corpo em decomposição , com um tridente no meio da testa sendo sustentada na parede por apenas um tridente

–Essa cara e um serial killer ? - me escondi de na parede do lado da escada ele subiu com a machadinha , peguei um pedaço de madeira que tinha do meu lado era um pau eu peguei quando o senhor veio em minha direção dei uma paulada na cara dele fazendo ele rolar as escadas e cair no ultimo anda ele correu em minha direção eu corri em direção a parede eu pisei nela fazendo eu ir para cima dando uma cambalhota no ar e cair atrás do homem ele não sabia para onde eu tinha ido eu peguei firme no pedaço de madeira que eu tinha em minhas mão eu acertei a cabeça dele fazendo ele quebrar a janela e cair la em baixo ele tinha se cortado todo no vidro da janela ele parecia estar morto , larguei o pedaço de madeira no chão e caminhei ate o andar de baixo em cima da mesa do homem tinha um papel escrito Umbrell – Novo Experimento Horoboros peguei essa papel e guardei em meu bolso e logo percebi que o meu carro não estava mais onde eu tinha deixado

–Merda roubaram meu carro – Falava o garoto chutando o corpo do Velho ele volto na casa e pegou a arma que estava de baixo do armário sendo forçado a entrar floresta a dentro .

By. Sora Sparks .. Very Happy
Capa Da Fanfuck : [


Última edição por Sora Sparks em Sex Dez 23, 2011 10:23 am, editado 8 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mad Sora

avatar

Mensagens : 88
Pontos : 115
Data de inscrição : 20/10/2011
Idade : 20
Localização : In Noialand xD No Castelo De Norris

MensagemAssunto: Re: Resident Evil : Deadly Silence By. Sophia Blood And Sora Sparks (+16)   Sex Dez 16, 2011 11:59 pm

Second Chapter - A Amazing Explosion



Depois de dias tentando encontrar Leon, acabei seguindo pistas de um fugitivo, sobre uma nova experiência da Umbrella, os tais de Uroboros, ou algo do gênero. Vou até o vilarejo de Koshmar, na Rússia, onde logo identifico meus tão amigáveis inimigos...

Ao fugir deles, consigo encontrar um abrigo e me escondo dentro, embora sejam controlados de alguma forma, os ganados são organizados e possuem armas de fogo, o que complica minha situação... Ou seja, se eu não agir logo, acabarei como um deles!

Durante a noite, posso facilmente me camuflar, devido as minhas roupas escuras. Avisto um rapaz de cabelos loiros e lisos, ele era mais alto do que eu (o que não é difícil) e sua pele era bem clara. A aparência batia com o retrato falado que eu tinha do fugitivo da Umbrella: Sora Sparks.

Quando me aproximo mais, confirmo que realmente era ele, seus inconfundíveis olhos vermelhos deixaram bem claro quem ele era. Ao me ver, ele ficou um tempo observando, mas logo se aproximou...

Ele me disse que estava investigando o vírus por ordens de Chris Redfield, já que a Umbrella o abandonou em Raacon. Comemos em um restaurante onde não haviam Infectados, ao que parece, eles só aparecem de dia.

Mais tarde, deviam ser umas três da manhã, vejo uma silueta um tanto familiar. Quando olho para Sora, o mesmo dorme profundamente, já que eu não o deixaria sozinho, começo a cutucá-lo, mas o mesmo não acorda...

–Anda Sora, acorda de uma vez! – Eu disse empurrando ele com o pé.

–Argh, como você é chata mesmo! Credo, nem pra me deixar dormir um pouco! – Ele resmungava enquanto arrumava os cabelos rebeldes.

Depois de prontos, saímos para investigar a cidade mais um pouco, Sora estava a minha frente quando alguns disparos foram feitos. Eu logo joguei uma mesa a nossa frente para parar os tiros, pelo número de disparos, a arma devia ser uma Beretta de 15 tiros, típica arma policial, quando eu ouvi o ruído provocado pela ejeção do cartucho para recarga, eu saltei por cima da mesa e derrubei o indivíduo que havia atirado. Tendo uma enorme surpresa:

–Leon?! – Eu exclamei

–Oi Sophia... – Ele disse.

–Quem é seu amigo? – Sora disse saído de trás da mesa – Ou inimigo, já que descarregou uma arma em nossa direção...

Ao esclarecermos o mal-entendido, Leon nos disse que havia sido mandado para cá por Hunnigan há três dias, mas por alguma razão, nenhum aparelho eletrônico tinha sinal aqui.

–Pior cara! – Disse Sora – O meu celular ta sem sinal...

–O meu também. – Eu disse – O que faremos?

–Você disse que os “ganados” apenas aparecem de dia? – Leon perguntou

–Aparentemente sim...

–Os dias que passei aqui, eu só vi eles de dia, no final da tarde toca um sino, como um culto satânico e todo mundo volta pra dentro, aí as pessoinhas normais saem pra fazer suas tarefas, ou algo assim... – Sora disse limpando sua arma.

–Então temos uma vantagem afinal... – Disse Leon.

No dia seguinte, nos preparamos para a invasão da igreja (por que todo culto tem que ter uma igreja?), porém, à noite a igreja ficava totalmente lacrada, o que nos impedia de entrar, e durante o dia seria impossível, já que há uma rígida segurança.

Eu carregava uma H&K P8, uma Ithaca M37, uma VZ61 para apoio, um rifle H&K PSG-1 nas costas, além de uma Grenade Laucher.

Sora carregava seu par de Long Bows, e uma RPG-7 (Rocket Laucher).

E Leon levava consigo sua inseparável H&K VP70 com dezoito balas, além de uma faca

–E agora gênio, o que faremos? – Perguntei a Leon.

–Podemos tentar entrar por uma janela, o que acha Sora? – O loiro não falara nada desde a tarde.

–Não acho uma boa ideia, se formos entrar, deve ser durante o dia, já que eles estarão ocupados com suas tarefas.

–Sora tem razão. – Eu disse – Precisamos conhecer o território antes de tudo, para não sermos encurralados, como em Raacon City.

–Alguma ideia de como faremos isso? – Leon perguntou a Sora

–Eu tenho uma ideia... – Sophia disse enquanto avaliava a estrutura – E se escalássemos a torre do sino? Poderíamos facilmente ter acesso ao prédio.

–Ótimo. – Disse Sora por fim

Escalar a torre não foi tão difícil, ao entrarmos na galeria onde o enorme sino de cobre se encontrava, nos ajeitamos em um canto e logo adormecemos. Porém, logo ao amanhecer, ouvimos os primeiros ganados saindo da igreja, o ranger que as antigas tábuas usadas na escadaria causavam era alto o suficiente para nos acordar, logo teríamos de pôr nosso plano em prática...

Quando descemos o primeiro lance de escadas, fomos parar em um corredor com diversas portas. “os quartos” pensei. Ao final do corredor, havia uma porta dupla, quando a abrimos, uma imensa sala foi o que vimos, mas de repente, uma enorme criatura saiu das sombras:

http://images.wikia.com/residentevil/images/d/d6/Executioner.jpg

–Oh... Shit. – Leon disse

A porta atrás de nós se fechou, quando Sora tentou abri-la, nosso pior temor foi confirmado:

–Ta trancada! Eu tenho um quite de lockpics, mas vai levar um tempo! – Ele gritou

–Cuide da porta, nós cuidamos desse feioso. – Eu disse desviando do pesado machado da criatura.

Embora o “Executioner” fosse grande, pesado e com um machado maior que eu, seus movimentos não eram lentos, o que me deixava em desvantagem, eu estava usando apenas minha H&K P8, as outras armas deixei com Sora, a pele do “E” era tão grossa que tiros normais não a perfurariam...

Quando fui recarregar a arma, o machado veio em minha direção, eu só tive tempo de largar a pistola e segurar o cabo para não ser cortada ao meio. Leon atirou seis vezes na cabeça do bicho, mas as munições leves pareciam não fazer efeito!

–Sora! Jogue-me a grenade, agora! – Eu vi a arma deslizando em minha direção, e agradeci à Deusa por eu ser pequena, ao me abaixar, o machado atravessou a parede, e me deu tempo o suficiente para pegar a arma e me afastar, quando o “E” se virou em minha direção, disparei doze vezes em sua direção, os trapos e a pele do mostro pegando fogo, e mesmo assim ele vinha em nossa direção.

Foi quando ouvi o disparo: Leon atirou com a Rocket bem na cabeça do “E”, finalmente o monstro tombou, e eu pude ver os espasmos que um morto faz...

–Caramba! – Eu disse – Essa foi por pouco mesmo! – Peguei a pistola que tinha deixado cair e a pus no coldre, logo pondo todas as armas em seus devidos lugares.

–Não consigo abrir a porta... – Sora disse.

–Quer saber? – Eu disse após recarregar minhas armas – Sai da frente.

Sora me obedeceu e eu mirei na fechadura, embora nos filmes pareça fácil, atirar em uma porta trancada é extremamente perigoso, se a bala ricochetear no metal é possível que o atirador seja morto!

Destrancada a porta, voltamos para o corredor com diversas portas, ao descermos para o térreo da igreja, o espaço estava deserto, e havia apenas um piano no cetro do local.

–Janelas e portas trancadas. – Leon disse

–Pra que serve esse piano? – Sora disse aproximando-se do instrumento.

–Tem um 9 entalhado... – Leon disse

Eu encontrei um bilhete dizendo “a música é a chave, 9 e B”

–O que acham? – Eu disse mostrando o bilhete.

–Não faço ideia. – Leon disse

–Existe alguma música 9b? – De repente veio-me uma epifânia

–9ª sinfonia de Beethoven! Ode to Joy! – Eu exclamei – Eu devo tocá-la para que um mecanismo das portas se acione!

–Como pode ter certeza? – Sora perguntou

–Acredite, quando se trata da Umbrella, tudo é possível. – Eu me sentei ao piano.

http://www.youtube.com/watch?v=Wod-MudLNPA&feature=results_video&playnext=1&list=PL85B9E74705C4CCA9

(eu não encontrei a versão de piano, mas é bem parecida)

Ao terminar de tocar, a porta principal da igreja se abriu, Leon e Sora haviam instalado os explosivos, então o sino tocou e os ganados vieram em nossa direção. Quando a porta se fechou, conseguimos fugir pela torra do sino, e estávamos fora da cidade quando a explosão aconteceu...

By. Sophia Blood Razz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mad Sora

avatar

Mensagens : 88
Pontos : 115
Data de inscrição : 20/10/2011
Idade : 20
Localização : In Noialand xD No Castelo De Norris

MensagemAssunto: Re: Resident Evil : Deadly Silence By. Sophia Blood And Sora Sparks (+16)   Sab Dez 17, 2011 1:27 pm

Chapter Three - Project Blood

Da explosão do sino corremos para fora da cidadela

–Pelo visto a explosão foi grande – Disse Sophia

–Mas pelo o que parece temos que sair desse lugar ou logo vai parecer infectados – Disse Leon

– Claro gênio mas ir pra onde ? – falo a jovem

–Esse lugar deve ter algum Mapa , ou alguma coisa do tipo – Disse Leon

–Vamos ? – , -Sim-

Sophia foi na frente andando cuidadosamente , Entrando na cidadela, a igreja tinha explodido matando muitas pessoas , fomos andando pelos destroços da igreja a criatura que foi morta dentro da igreja ainda tinha restos dele no chão ...

–Que portão e esse ?-pergunto Sophia olhando um enorme portão de ferro com o símbolo de um guarda chuva , - o símbolo da Umbrella ? – Pergunto Sora tocando na porta

–De acordo com meus superiores , esse vilarejo tem muito mais a esconder – disse Leon tentando Abrir o portão , logo deu para ouvir um barulho de serra elétrica

–Forasteiros ?! , e são americanos !! – disse o homem que segurava a serra

– Oh , Shit - disse Leon , o homem correu em cima do Leon , tentando cortá-lo , Leon estava em uma luta corporal com ele , pelo visto Leon ainda não Precisava usar algum armamento , logo vários aldeões nos viram e foram em nossa direção

–Sophia cuide deles , eu vou tentar abrir a porta – Gritou Sora

(Sophia’s POV)

Peguei um Revolver , e comecei a atirar nos aldeões infectados ,

–Se afastem ou em atiro – Gritei apontando minha arma para eles

Logo ouvir um barulho de metal arrastando pelo chão e passos muitos pesados , e uma criatura saiu de dentro de uma casa quebrando a parede.

–Não! , que droga esse cara outra vez – Gritei apontando a arma para ele

A criatura (Executioner) vinha em minha direção os aldeões que estavam no caminho dele era cortado ao meio ele vinha apontando seu grande machado em minha direção

Muitos dos meus não tão amigáveis inimigos estavam mortos , Leon ainda lutava com o Homem com a serra elétrica

–Sophia você vai ter que cuidar dessa criatura sozinha – Grito Leon

Ele levanta o machado tentando me acertar eu rolei para o lado fazendo com que o machado acertasse o chão logo ouvi um barulho de 4 tiros sendo disparado e o autor dos tiros era Sora

(Sora’s Pov)

–Ótimo conseguir chamar a atenção dele – falei em quanto o mostro virava em minha direção

– Sophia ajude Leon eu vou distrair essa criatura - , ela obedeceu , indo atrás de Leon

Peguei um revolver que Sophia tinha deixado cair no chão , e abrir fogo em cima do mostro com as duas armas , as balas pareciam não afetar ele

–Oh , Shit –

Corri para frente de uma caixa de água , ele levantou o machado e acerto o caixa fazendo uma explosão de água

(Sophia’s Pov)

Percebi que tinha deixado meu revolver cair em algum ponto da luta contra aquele mostro (Executioner) , peguei um pedaço de madeira que tinha achado a poucos metros da casa que Leon tinha entrado , eu subi as escadas dando no andar que Leon estava , eu vi ele lutando com o homem , dei uma paulada na cabeça dele fazendo ele desmaiar , Peguei um Shotgun que tinha pendurada na parede , e um saquinho de moedas que tinha jogado em cima de uma mesa

–temos que ajudar Sora , Ele esta lutando com aquela criatura – Disse Sophia

Chutei a porta da casa fazendo ela abrir , Sora estava encostado na parede de pedras atirando com a duas armas peguei a Shotgun que tinha uma bala , peguei as moedas que tinha achado e botei na frente das balas dentro da Shotgun

–Vai pro inferno aberração – Soltei um disparo as moedas pegaram na cabeça dele fazendo ela explodir com as moedas

–Como você aprendeu a fazer isso ? – falo Leon me olhando surpreso

(Sora’s POV)

Caminhei ate o corpo na criatura morta, tinha alguma coisa em sua mão era um papel , -Sophia , Leon Olhem isso - , Sophia e Leon ficaram avaliando por um tempo o Mapa

– Isso parece ser o Mapa desse lugar , mas no final tem um enigma – Disse Sophia

‘’A Chuva e a Chave para o Guarda-Chuva‘’

O que isso significa ? – Pergunto Leon , Sophia ficou repetindo o enigma , Para ver se achava alguma solução , - Sora onde você se molho ? – Pergunto Sophia

–Em uma caixa de água , ele bateu com o machado fazendo uma explosão de água .. Por que ? – Essa e a solução a chuva e a Chave para o guarda-chuva !! , temos que jogar água no símbolo do guarda-chuva , o desenho dele e profundo não e um simples desenho -

(Sophia’s Pov)

Peguei um pouco de água com sua mão a água estava gelada , era inverno a mão de Sophia ficou Levemente vermelha , ela encosto a água no guarda chuva ele foi rodando o desenho fazendo com que a porta desse 3 estalos e logo abrir

–Conseguir!- Disse a garota logo vestindo a luva

–De acordo com esse mapa , tem um laboratório em algum lugar – disse a jovem

– Pelo visto os infectados desse lugar não são iguais aos de Raccon City .. , são mais fortes .. – Disse Sophia

(Leon’s Pov)

–Não tem nada nesse lugar - fomos andando ate um fornalha , estava quente ela era muito grande e tinha uma porta que estava trancada com 3 cadeados

–Vou tentar abrir essa porta mais vai levar um tempo – Disse Sora

Depois de 20 minutos Sora abriu os cadeados aporta era pesada , -vamos tentar abrir essa porta , ela e de arrastar ... !-

(Sophia’s POV)

Fomos descendo as escadas ,de madeira eram Velhas e Cheiravam mal

–Esta escuro – Disse Sophia

–Eu acho que tenho uma lanterna – Disse Leon , logo ele ligou a lanterna focando uma espécie de laboratório

Fui pegando na parede para ver se eu achava alguma coisa toquei em alguma coisa grudenta

–Sangue ?! - exclamou Sophia

Logo avistei um monitor com imagens de câmeras de vídeo , fui andando ate ele mas para minha surpresa , EU ! estava no monitor

– o que e isso eu não me lembro disso ! , eu nunca fiz isso

–Fez o que ? - pergunto Leon , -Sophia o que e isso ? – pergunto Sora olhando para o monitor

–Você esta lutando contra zumbis mas você esta aqui com agente !- falou Sora com uma gota na cabeça ,

–Esta escrito Projeto Blood , parece que esse e o teste 23 a Umbrella esta produzindo Clones de você Sophia !! – Disse Leon bem surpreso.

By. Sora Sparks Good Job1
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mad Sora

avatar

Mensagens : 88
Pontos : 115
Data de inscrição : 20/10/2011
Idade : 20
Localização : In Noialand xD No Castelo De Norris

MensagemAssunto: Re: Resident Evil : Deadly Silence By. Sophia Blood And Sora Sparks (+16)   Sab Dez 17, 2011 1:39 pm

Fourth chapter - Revelation of a obscure past

–Parece que estão reativando o progenitor... – Eu disse.

–O que é isso? – Perguntou Sora

–O vírus do qual o T-Vírus, responsável pelo desastre em Raccoon foi derivado, e só existe um hospedeiro... Eu.

–O que você acha que eles querem? – Perguntou Leon

–Uma amostra do vírus original para criar novas armas biológicas talvez. – Eu dizia enquanto revirava alguns papéis. – Esta base ainda está em manutenção, embora alguns testes estejam sendo realizados...

–Aqui diz que o próximo teste será feito daqui a dois dias. – Sora disse, enquanto revirava outra pilha de papéis.

Após horas de investigação, eu descobri que a retomada do Blood’s Project, foi feita a partir de uma amostra de sangue recolhida por um agente. Na verdade uma agente, denominada de: Ada Wong.

–Ela deve ter roubado do banco de sangue. – Leon disse

–Tem amostras de sangue do Neal e dos outros... – Eu disse sentindo meu sangue esquentar. – Aquela maldita os matou! – Eu soqueei a mesa, quebrando-a ao meio. – Ela vai me pagar por isso...

–Vai nos pagar Sophia. – Leon disse

–Ei gente – Chamou Sora – Deem uma olhada nisso, foram feitos vários testes nos clones, e ao que parece, nenhum deles tinha imunidade contra o T-vírus.

–Isso é uma péssima notícia! – Eu disse tomando os relatórios das mãos de Sora. – Se o que diz aqui se aplica a mim, significa que eu não sou imune ao T-vírus, e que há altas chances de eu ser infectada! – Eu me sentei em uma cadeira.

“Os testes feitos nos números 20 e 23 sugerem que a força e vitalidade estejam muito abaixo, e que sejam necessários testes no hospedeiro original.

Ada Wong será designada para a captura e extermínio da hospedeira original: Sophia Blood.”

–Iiih, f*deu... – Sora disse – Isso quer dizer que ela está atrás da gente?

–Exatamente, oficial Sora Sparks. Ou devo dizer, fugitivo...

–Ora, ora, vejam só quem resolveu aparecer... – Eu disse

–Olá Sophia. – Era ninguém menos que Ada Wong. A assassina de meus amigos, e pior, a traidora filha da mãe que quer me matar! – O que pretende fazer? Matar-me?! – Ela riu. – Não se esqueça que eu possuo o T-vírus em mãos, além da única amostra de G-vírus, e o vírus Uroboros!

–E não se esqueça que eu ainda vou meter um tiro na tua testa! – Eu disse com raiva.

–Por que vocês não vão dar uma volta garotos? – Ela apertou um botão em um painel que fez com que Leon e Sora caíssem em um calabouço.

–O que você quer afinal Ada? – Eu disse enquanto tentava achar um modo de tirá-los do subsolo.

–Ora, você morta já está de bom tamanho! – Ela veio em minha direção, embora eu tenha conseguido desviar de seu soco, ela tirou uma faca e conseguiu cortar-me no rosto.

Havia diversos frascos, eu peguei dois deles e joguei em direção a Ada, o contato dos dois líquidos criou uma fumaça densa o suficiente para eu poder me esconder.

Ao sacar minha arma, ouvi passos próximos de onde eu estava, o efeito da fumaça estava desaparecendo, e já era possível ver a silueta de Ada. Eu me levantei e avancei em sua direção, surpreendendo-me por na verdade ser Sora...

–Ah! O que você ta fazendo sua louca! – Ele disse me empurrando para o lado.

–Cadê a Ada? E o Leon? – Perguntei.

–A Ada eu não vi desde que caí, mas o Leon está tentando nos tirar daqui.

–Como foi que vocês subiram tão rápido?! – Ele fez um careta de deboche.

–Sophia, nós sumimos por três horas e meia!

“De certa forma a fumaça deve ter me afetado, e fez com que o tempo de certa forma não passasse.” – Pensei.

–Vamo só... Dar o fora daqui, ok? – Eu disse rumando para a porta, onde Leon tentava abrir o cadeado.

–Não importa qual combinação eu tente, não consigo abrir essa porcaria. – Ele disse – Tem alguma ideia de qual seria a combinação posta pela Ada?

–Deixe-me ver. – Eu me abaixei para poder ver melhor o cadeado - havia uma sequência de números romanos em cima da mesa. Pode pegar para mim? – Leon logo voltou com o papel. – Se não me engano, o resultado dessa equação seria...

Pode-se ouvir o clique do cadeado, aparentemente uma equação era a chave para nossa saída, então é melhor eu pegar cada informação que possa nos ser útil. Pois aposto que este não será o único desafio que iremos enfrentar pra sair desse inferno!

Seguimos pela mesma escada por onde havíamos descido, ao que parece só tinha aquela rota.

Eu certamente não estava muito confortável com as paredes sujas de sangue – provavelmente meu sangue – mas, nós tínhamos outras prioridades a cumprir, como por exemplo, achar e aniquilar Ada Wong...

By. Sophia Blood Surprised
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mad Sora

avatar

Mensagens : 88
Pontos : 115
Data de inscrição : 20/10/2011
Idade : 20
Localização : In Noialand xD No Castelo De Norris

MensagemAssunto: Re: Resident Evil : Deadly Silence By. Sophia Blood And Sora Sparks (+16)   Sex Dez 23, 2011 10:10 am

Chapter five - Trevor Project II, Macabre Memories

(Sophia’s POV)

Eu estava subindo as escadas junto com os meninos... , estávamos indo para fora da base que ainda estava em manutenção estávamos fora da base em uma espécie de floresta

Por algum motivo, ouvi um barulho de tiro, tudo ficou lento vi a bala vinda em direção a Sora eu o empurrei fazendo ele cair no chão

– O que deu em você? – ele pergunto se levantando

–Eu não sei vi tudo ficar lento e uma bala vindo em sua direção –

–A fumaça deve ter afetado você Sophia – Disse Leon

Logo vi tudo ficar rodando e tudo ficou escuro ...

–Sophia ? , Sophia? – era a voz de Sora me chamando

–Sora ? , O que aconteceu? – perguntei confusa, - Onde esta Leon?- Perguntei olhando

–Calma Sophia Leon esta la fora protegendo a cabana .. , fiquei aqui dentro tentando te acordar , trouxe suprimentos médicos caso precise , parece que aquela faca que a Ada cortou seu rosto tinha uma espécie de veneno ,seja como for você ainda esta fraca parece que isso vai afetar algumas coisas em você ainda não sei o que e que esse veneno pode afetar em você mais você tem que ficar em repouso pelo menos ate amanha-

–Mas Sora temos que impedir Ada ela vai acabar fazendo um novo experimento ou ate mesmo tentar nos matar temos que sair desse lugar ! –

–Sophia Temos que ficar aqui e para seu bem , e a final você não vai muito longe , você ainda esta sobre efeitos de remédios , temos que ficar –

–não eu não posso , temos que ir .. , não ente me impedir ou eu te mato - Falei levantando da Cama

–Sophia , eu tenho vários tranqüilizantes , não saia ou eu vou te dopar .. – Falo o Loiro tirando uma seringa –

–Sora , se afaste de mim – falei me encostando na parede , - se afaste ou eu te mato nem venha atrás de mim ! –

Sophia , eu não sou igual ao Neal , não tenho medo de você ! –

(Sora’s POV)

Segurei Sophia e injetei o remédio em uma veia no seu pescoço fazendo ela instantaneamente dormi , peguei Sophia que não era tão pesada assim e botei na cama da cabana fui ate la fora com Leon

–Sophia acordo Sora ? –

–Sim , mas tive que dar um remédio para ela dormi .. –

Esta bem .. , melhor que ela durma já esta tarde e frio – disse Leon carregando sua arma

–Leon fique com Sophia dentro da cabana , fico aqui fora e meu turno

Fiquei fora por um tempo estava frio , mas vi alguma coisa de mexer meio a neve e a floresta sombria

Veio um cachorro em minha direção eu fiquei olhando ele , parecia não esta infectado por um tempo fiquei com ele no colo mas ele ficou extremamente nervoso e tentou me morde causando um tipo de mutação associada ao T-vírus

Peguei a arma que tinha deixado no chão e atirei nele fazendo ele cair no meio da floresta entrei desesperado quando vi um ser que parecia ser um zumbi corri para dentro da cabana

–Leon , Temos que sair desse lugar tem zumbis vindo em nossa direção – Falei fechando a porta

–Mas como ? - `pergunto Leon meio atordoado

–Não sei mas temos que sair desse lugar –

–Passa seu revolver ! –

–Mas como vou me proteger ? –

–O gênio Sophia provavelmente so vai corda amanha você vai carregar ela em quanto abro caminho – falei pegando o revolver

Abri a porta com um chute esta com o sinto de pentes da Sophia varios zumbis vinham em minha direção eu atirava com tiros certeiros na testa fui abrindo caminho para Leon chegamos perto de um lago tinha um porto

Entrei nele dando um chute na porta ainda tinha um barco que dava para o outro lado do vilarejo botamos Sophia no Barco Leon dirigindo e eu atirando nos pássaros infectados

–Vamos chegar do outro lado em alguns minutos logo vai amanhecer – disse Leon dirigindo o barco

Os pássaros infectados pararam de atacar já tinha pouca munição , logo senti vibrações no barco alguma coisa bateu no barco a poucos metros da praia do vilarejo fazendo o barco voar pelos ares Eu cai a poucos metros da água de costa na areia Leon caiu na grama a poucos metros de mim e Sophia junto com Leon ela acordou com o impacto

– O que esta acontecendo ? -perguntou Sophia levantando da areia

–Tivemos que fugir da cabana estava cheio de zumbis perto dela – disse Leon pegando uma das armas

–Sophia pegue – dei um Revolver para ela pegando o meu do coldre

(Sophia’s POV)

Sora onde esta as outras armas ? – perguntei meio confusa

–Sophia quase todas as armas foram perdidas menos o Granade e um Lança chamas que tinha no barco e nossos revolves

– o que todas as armas ? – perguntei irritada

–Vocês são um mando de Idi*tas disse a garota soltando vários palavrões

Fomos caminhando pela floresta Sophia ao deixar cair o revolver falou

–Isso não e uma floresta- disse ela tocando no chão

–Como assim Sophia ? – perguntou Sora

Eu não tenho certeza mas aqui tem alguma coisa de estranha vamos ! –

Fomos andando , e logo me vi em uma aera de testes , era grande parecia um campo de futebol tinha enormes figas de ferro por um tempo ficamos observando o que tinha nesse lugar

Logo ouvi um barulho de palmas batendo

–Ótimo , Projeto Blood Conseguiu chegar a uma área de testes das Clones

–Ada ?!- Falo Leon surpreso

–Então você volto não vadia ? – falo a garota

–Vai valer muito apena , quando eu meter bala em sua cabeça – Disse Ada

Ada saiu de uma das áreas de testes , Pegando uma arma e mirando em mim

–Isso e o que vamos ver – Corri em cima da Ada ela abriu fogo fui deslizado por baixo das pernas da Ada levantei Ada se virou apontando a Arma para mim eu dei um chute na mão dela fazendo a arma cair poucos metros dela

Ada deu uma cambalhota para tras me deixando para trás logo ela pegou a arma dela de volta e mirou em mim

(Sora’s Pov)

Vi que Ada ia matar Sophia e agarrei ela por trás

–Sophia ! atire nela – Disse segurando Ada

–Não Sora o tiro vai matar você também –

Ada ganhou tempo e pegou uma faca que ela tinha em um cobre em sua perna e perfuro minha perna fazendo eu a soltar

(Sophia’s POV)

Ela furo a perna de Sora , comecei a abrir fogo contra a Ada

Vi Leon vindo em cima dela com sua arma Sora estava armado com um revolver e a faca da Ada

–Ada desista , eu disse que eu ia trazer amigos , você esta cercada –

Ela riu como se isso fosse engraçado ela disse

–Devia ter trazido mais – ela apertou um botão que tinha em um controle que ela tirou de uma bolsa que ela carregava - conheçam a ultima criação da Umbrella

Projeto Trevor Parte 2 -

Uma porta se abriu revelando uma criatura sombria : http://3.bp.blogspot.com/_HuK6YBc66xI/TMtfH9P_kbI/AAAAAAAAAJ4/f7FhGRfU_G4/s1600/Lisa.jpg

Quem e ela ? , que corpo você usou para fazer essa criatura ? –

A Ada riu e disse – Eu usei o corpo morto da Agatha –

–o T-vírus e o G – vírus tiveram resultados inesperados ela se transformou em um mostro descontrolado , ela foi presa nos confins da Umbrella ela e um desastre .

–Agora so e eu e você Sophia – disse Ada

(Sora’s POV)

Em quanto a criatura vinha em cima de mim e do Leon pegávamos nossas armas e abríamos fogo contra a criatura ela pegou suas correntes e jogou em nossa direção a única coisa que tive chance de pensar foi largar minha arma no chão e pular para o lado

–LEON JOGUE O GRANEDE –

Ele jogou vi arma deslizando armei em minha frente , estava deitado no chão a criatura ia acertar um soco em mim quando eu atirei na cabeça dela fazendo ela cair para trás

(Sophia Pov)

–Adeus Sophia espero que você não morra nesse lugar – Disse Ada , ela jogou uma bomba de fumaça no chão causando uma enorme fumaça que cobriu tudo logo Ada não estava mais no campo de testes ..

–Sophiaaaa pode nos ajudar ? , ou estar dificil ? - falava Sora Segurando o grande ferro que envolvia as mãos da criatura
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mad Sora

avatar

Mensagens : 88
Pontos : 115
Data de inscrição : 20/10/2011
Idade : 20
Localização : In Noialand xD No Castelo De Norris

MensagemAssunto: Re: Resident Evil : Deadly Silence By. Sophia Blood And Sora Sparks (+16)   Sex Dez 23, 2011 10:16 am

Sixth Chapter - Fight for the life

Peguei a pistola que Sora deixara cair e mirei na cabeça da criatura...

–Agatha está morta afinal de contas... – Eu atirei, o barulho ecoou por todo o recinto, e logo a criatura caiu por cima de Sora, sem vida.

Guardei a pistola e tirei o corpo de cima de Sora, ajudando-o a levantar.

–Você ta legal? – Perguntei

–Meio sujo de sangue, mas vou ficar bem. E você? – Suspirei antes de responder.

–“P” da vida, mas vou ficar bem quando acabar com a Ada. – Sorri de forma macabra, o que faz Sora rir.

–Ao que parece você não é tão normal quanto me disseram!

–Só não se esqueça: Depois que tudo acabar, você estará preso! – O sorriso sumiu, e Leon logo apareceu.

–Vocês estão bem? – Ele perguntou, guardando a arma em um coldre.

–É... Já estive melhor. – Eu disse, Sora estava sério.

–Vamos sair daqui logo. – Ele foi à frente, sem responder a pergunta.

–O que você fez? – Leon me perguntou.

–Só disse o que ele já sabia: que iríamos prendê-lo quando tudo acabar.

–Você e sua mania de afastar todo mundo... – Ele ficou em silêncio o resto do percurso.

Quando chegamos perto da porta de saída, alguém estava bloqueando a passagem...

–Ei, aquele não é o... Neal? – Leon perguntou

–Ou o que restou dele – Eu disse séria.

Ele me encarava com seus olhos sem vida, estava bem pálido, e desnutrido pelo visto, quando me aproximei, sua voz tão conhecida ecoou em minha mente.

–Sinto muito, mas daqui vocês não passam. – Ele permaneceu parado, mas eu pude ver que ele carregava uma katana:

http://2.bp.blogspot.com/_sOYYllkPfJA/Rz_1eSQrWoI/AAAAAAAAAYo/SLoMz1Y-Ls8/s400/katana.png

–Como você não morreu? – Perguntei

–T-vírus... – Então compreendi, pouco antes de sua morte Wesker desenvolvia um vírus que era uma versão melhorada o T-vírus. Ele testou em si mesmo na mansão, e aparentemente obteve sucesso. Se Neal está utilizando o mesmo vírus, terei problemas...

Ele jogou uma Katana para mim, eu a desembainhei e fiquei em posição de ataque. Se eu teria de matá-lo, então farei isso sem arrependimentos. Respirei fundo, e ao abrir meus olhos, estava completamente desprovida de emoções, Leon recoou com Sora, e Neal lançou seu primeiro ataque...

Eu defendi, embora pudesse sentir o impacto que a lâmina sofreu, Neal estava mais rápido que eu, então estava em vantagem, quando ele partiu minha lâmina e ia me matar, eu tive um flash na mente:

Flashback (on)

–Nunca se esqueça, se algum dia algo acontecer a mim, use isso. – Neal me entregou um frasco – É o vírus que Wesker está testando, ainda não teve um resultado definitivo, mas é melhor que nada. – Ele sorriu daquele jeitinho dele.

–Valeu. – Eu coloquei em minha bolsa, vou me mudar para a instalação de Raccoon, então vou precisar de mecanismos de defesa. – É só injetar?

–Exato. Tchau, baixinha. – Ele bagunçou meu cabelo e saiu...

Flashback (off)

E coincidentemente eu estava com o frasco em meu bolso, eu o peguei e injetei em meu braço, sendo atingida logo em seguida...

–Sophia! – Ouvi um grito, mas não pude distinguir de quem era... Logo tudo ficou escuro.

Fui acordando com barulhos altos, que pareciam ser tiros. Estranho, a última coisa de que me lembro é...

Levantei na hora, Leon e Sora estavam tentando derrubar Neal, sem sucesso, então eu fui em direção a eles, surpreendendo-me por tamanha velocidade, logo trombei em Neal, o que fez o mesmo ir contra a parede, provocando uma enorme rachadura.

–O que... – Tanto Leon, quanto Sora estavam atordoados. – Como você... – Sora começou

–Tenho meus truques. – Eu disse sorrindo, Neal levantou e veio em minha direção, com a katana em guarda.

Eu parei a lâmina com uma das mãos. Pude ver um lampejo de emoção nos olhos de Neal, então eu soube: ele ainda estava vivo!

–Então... Você ainda tem. – Ele se referia ao frasco.

–Eu o achei no bolso por acaso. – Eu sorri – Nunca deixei de estar com ele.

http://www.youtube.com/watch?v=yeKXm1u-sa8 (ponham para escutar)

Neal me chutou nas costelas, eu segurei a perna dele e o joguei longe. Fui até onde ele estava caído, a katana havia voado longe, e ele estava completamente indefeso.

–Eu não quero mais viver como um fantoche. – Ele disse

–Não vai. – Me abaixei até ficar perto dele – Venha conosco, posso achar um jeito de reverter isso.

–Eu já vivi uma vez Sophia. – Ele sorriu – E seu lugar não é comigo, fui cego por não enxergar isso. Vá com Leon e seu amigo estranho, apenas acabe com isso antes.

–Ta. – Eu golpeei seu pescoço, deixando-o inconsciente – Idiota... – Eu o pus nas costas e voltei até onde Leon e Sora estavam.

–Vamos indo. – Eu disse pegando minhas coisas.

–Como vamos abrir a porta? Meus lockpicks não funcionam nesse tipo de fechadura. – Sora disse.

Eu chutei a porta, arrebentando-a, Sora me olhou espantado, e o que eu fiz? Sorri e fui à frente, Leon riu baixo, provavelmente da reação de Sora.

Porém algo passou a nossa frente incrivelmente rápido. Eu deitei Neal no chão e pedi para os dois ficarem de olho, eu teria de enfrentar Chase pelo visto.

Fui jogada contra a parede, e logo Chase estava a minha frente, me sufocando. Chase estava um pouco mais musculoso, mas seu cabelo e olhos continuavam iguais.

–Sinto muito. – Ele disse olhando-me nos olhos.

–Tudo bem, sei que está sendo forçado. – Chutei seu estômago, fazendo-o se afastar. Fui com tudo para cima dele, embora ele fosse rápido, com a injeção do vírus, eu podia facilmente acompanhá-lo.

Estávamos lutando de igual para igual, ele bloqueava meus golpes, embora de vez em quando eu conseguisse acertá-lo, e quando eu abria uma brecha, ele começava uma sequência de ataques.

Leon e Sora continuavam a cuidar de Neal, embora eu sentisse que os dois apenas esperavam uma abertura para poder apagar Chase.

Ao todo, foram 30 minutos, quando finalmente Chase se descuidou e eu pude golpeá-lo de modo que ele caísse, e eu pudesse imobilizá-lo.

Neal havia acordado, e parecia um pouco confuso, mas nos ajudou a carregar Chase. Quando estávamos quase na saída, avistamos uma garota de cabelos negros, sua pele era de um aspecto doentio, e seus olhos, vermelho-sangue.

–Isso não é bom. – Neal disse – Sophia, acha que consegue...

–Matar a mim mesma? – Completei a frase – Acho que sim.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Resident Evil : Deadly Silence By. Sophia Blood And Sora Sparks (+16)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Sugestões de Ícones
» Sinopse Aki Sora
» [K-DRAMA] Hot Blood 열혈장사꾼
» [Comentários] Superman III – Superman (Evil Version) 1/6th Scale Figure
» Hola !!! Soy Sofia

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
FanFuck :: Fanfictions :: Fanfucks-
Ir para: