InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Compartilhe | 
 

 Fanfic - Anjos Da Noite e a Dama Da Noite - +13

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Bellecat

avatar

Mensagens : 33
Pontos : 32
Data de inscrição : 17/12/2011
Idade : 19
Localização : No Tártaro

MensagemAssunto: Fanfic - Anjos Da Noite e a Dama Da Noite - +13   Ter Dez 27, 2011 11:27 am

Titulo: Anjos da Noite e a Dama da Noite

Sinopse: Sofia Sckot perdeu a mãe em um acidente de carro quando era pequena. Ela não é popular. Tem uma inteligencia na média. Não tem nada de especial. Isso é o que ela pensava até descobrir que tinha poderes. Encontra amigos, um bichinho de estimação... MAs algumas coisas mudam quando descobre que também é um anjo. O pior é que ela é um anjo da noite.

Classificação: +13

Categorias: Originais

Gêneros: Ação, Amizade, Aventura, Fantasia, Romance, Universo Alternativo

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bellecat

avatar

Mensagens : 33
Pontos : 32
Data de inscrição : 17/12/2011
Idade : 19
Localização : No Tártaro

MensagemAssunto: Re: Fanfic - Anjos Da Noite e a Dama Da Noite - +13   Ter Dez 27, 2011 11:30 am

Prólogo

Voar. É uma sensação ótima. O vento nos cabelos, a sensação de liberdade. Olhei para o lado e vi um anjo. Suas assas eram negras como a noite. Cabelos negros e olhos marrom-escuros. Ele segurava a minha mão, me mantendo no alto. Ele me é familiar, só não sei por quê...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bellecat

avatar

Mensagens : 33
Pontos : 32
Data de inscrição : 17/12/2011
Idade : 19
Localização : No Tártaro

MensagemAssunto: Re: Fanfic - Anjos Da Noite e a Dama Da Noite - +13   Ter Dez 27, 2011 11:32 am

Capitulo 1


- Acorda esta na hora. – disse minha madrasta pela milésima vez.

- Só mais cinco minutos. – disse puxando a coberta para esconder meu rosto da luz.

- Sofia Sckot, você tem exatamente 10 segundos para levantar.

- Ta bom. – eu disse levantando e indo em direção ao banheiro. Quando ela fala assim é melhor obedecer.

- Estou te esperando lá em baixo.

Entrei no banheiro, tomei banho, escovei os dentes e coloquei uma roupa bem light. Quando terminei fui em direção à cozinha. Já estavam todos lá. Meu pai estava lendo o jornal e tomando café. Ele é alto, magro e tinha o cabelo castanho claro e curto e seus olhos eram da mesma cor do cabelo. Renê, minha madrasta, estava lendo uma revista e tomando chá. Ela é um pouco mais baixa que o meu pai. Ela tem o cabelo loiro na altura dos ombros e tem os olhos verdes. Ricardo, meu meio-irmão, estava ouvindo musica e comendo panquecas. Ele é uma cópia perfeita do meu pai, apesar de não serem pai e filho biológicos. Já eu sou alta, magra, tenho o cabelo preto que vai até a cintura e tenho olhos azuis. Quando entrei na cozinha meu pai parou de ler e me perguntou:

- Você não acha que esta muito arrumada para ir para escola? –eu estava usando uma saia de prega jeans, uma blusa branca sem mangas e uma bota com salto.

- Não. –disse pegando uma tigela para comer meu cereal.

- Não demore com isso. Quero chegar cedo à escola. –disse Ricardo

- Por quê?- perguntei depois de algumas colheradas.

- Tenho que resolver umas coisas.

- Que coisas?

- Não te interessa. Agora cala a boca e termina com isso rápido.

Quando eu terminei de tomar meu café da manha eu subi a escada indo em direção ao meu quarto para pegar meus livros. Quando desci a escada em eu tive a em preção de que alguém estava me observando, então eu olhei em volta, não vi ninguém então dei de ombros e fui em direção ao carro.

A viagem até o colégio foi silenciosa. Quando chegamos ao colégio Ricardo foi se juntar aos seus amigos e eu fui me sentar em um banco. Eu não tinha amigos graças a Catarina, uma garota mega popular que sempre pega no meu pé e as pessoas não querem arrumar briga com ela, então me evitam.
Falando em Catarina, ela estava vindo com as suas amigas na minha direção. Quando ela chegou bem perto ela disse:

- Faz bastante tempo que eu não te vejo.

- Apenas um final de semana. –disse.

- Para mim foi muito tempo, pois não tive com quem implicar.

- Catarina, tem tanta gente por aqui, então porque você fica me perturbando?

- Não sei. Eu gosto de implicar com você. –ela disse puxando minha blusa fazendo com que eu me levantasse do banco. Geralmente ela só implicava comigo, mas hoje parece que ela ia me bater, e foi isso o que ela fez. Catarina me deu um tapa na cara que me fez ir parar o chão.

Não sei o que deu em mim, só sei que eu olhei com raiva para Catarina e de repente as portas dos armários começaram a bater e meu cabelo a se levantar em torno do meu rosto. Segundos depois já tinha um monte de gente em torno de mim e de Catarina, mas ninguém se atrevia a chegar muito perto. Os armários, que até em tão só estavam batendo, se abriram e tudo que estava dentro começo a voar para tudo quanto é lado.

Eu estava olhando para Catarina quando, com minha visão periférica, eu vi um ponto brilhoso no céu. Quando eu me concentrei no ponto brilhoso podia jurar que tinha visto um pássaro de fogo. Enquanto eu observava o pássaro, ouvi uma voz na minha cabaça dizendo:

“Sofia pare com isso”

Eu tentei parar, mas não consegui. Então ouvi a voz dizendo:

“Sofia primeiro você precisa se acalmar. Feche os olhos e respire fundo.”

Eu fiz como a voz mandou, mas quando fechei os olhos continuei vendo o pássaro de fogo. Observar o pássaro de fogo me fez relaxar. Quando abri os olhos e olhei em volta, estavam todos me olhado com os olhos arregalados. Parecia que tinha passado um furacão, pois o que estava dentro dos armários agora estava no chão.

Eu estava me sentindo exausta, parecia que eu não dormia há dias. Eu olhei para o céu tentando não dormir, então ouvi a voz na minha cabeça dizer:

“Pode descansar agora, Sofia.”

E eu apaguei.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bellecat

avatar

Mensagens : 33
Pontos : 32
Data de inscrição : 17/12/2011
Idade : 19
Localização : No Tártaro

MensagemAssunto: Re: Fanfic - Anjos Da Noite e a Dama Da Noite - +13   Qui Dez 29, 2011 4:56 pm

Capitulo 2

A primeira coisa que eu soube quando recuperei a consciência foi que eu estava em um hospital. Como eu sabia? Simples. Tinha alguma coisa presa no meu pulso e, fora um gorgolejar e um bip irritante estavam muito silencioso.

- Sofia? -disse alguém do meu lado. Eu abri os olhos e vi uma mulher. No começo eu não a reconheci, mas depois eu me lembrei quem era.

- Vovó?

- Sim sou eu. -disse ela. Ela se parecia muito com minha mãe antes de morrer. Ela é um pouco baixa, tem cabelo loiro e tem olhos azuis.

- Vovó, você sabe o que aconteceu comigo?-perguntei tendo uma pequena lembrança do pássaro de fogo.

- Sei, mas não posso te explicar aqui. –ela disse. Ficamos um bom tempo em silêncio. Cada uma com os seus pensamentos. Eu estava tentando me lembrar do que tinha acontecido quando vovó perguntou:

- Do que você se lembra?

- Não muito. Só me lembro de ver um pássaro de fogo e ouvir uma voz na
minha cabeça.

- Você viu uma fênix?-perguntou a vovó espantada.

- Acho que sim.

- Interessante... – vovó murmurou.

- O que é interessante, vovó?- perguntei. Vovó simplesmente balançou a cabeça e disse:

- Aqui não.

Eu esta prestes a perguntar por que ela não me respondia, quando a porta abriu e meu pai entrou no quarto.

- Ora, ora. A bela adormecida acordou. –disse me dando um beijo na testa.

- Há quanto tempo estou aqui?-perguntei.

- Uma semana. –respondeu a vovó indiferente.

- Você não vai precisar ficar por muito mais tempo. – disse papai.

- James, por que você não avisa o médico que Sofia já acordou? Assim nós podemos ir o quanto antes para casa. – disse a vovó.

- Já volto. –disse papai saindo.

Eu não disse nada quando meu pai saiu. Quando o médico entrou no quarto, ele me disse que eu podia ir embora. Meu pai foi com o médico para preencher a papelada enquanto minha avó e eu arrumávamos minhas coisas.

Quando estávamos no carro eu percebi que nem Renê nem Ricardo estavam no hospital.

- Pai, cadê Renê? –perguntei

- Ela está trabalhando. – meu pai respondeu e depois acrescentou – Isso me faz lembrar que eu também tenho que ir trabalhar daqui a pouco.

- Eu fico com ela. Não se preocupe. –disse vovó.

- Obrigado Fátima, não sei o que faria sem você. –meu pai disse e minha avó apenas acenou com a cabeça.

Meu pai me deixou em casa com a minha avó e foi para o trabalho e disse que qualquer coisa era só ligar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bellecat

avatar

Mensagens : 33
Pontos : 32
Data de inscrição : 17/12/2011
Idade : 19
Localização : No Tártaro

MensagemAssunto: Re: Fanfic - Anjos Da Noite e a Dama Da Noite - +13   Seg Jan 02, 2012 12:29 pm

Capitulo 3


Eu fui para o banheiro tomar banho e trocar de roupa, quanto terminei fui procurar minha avó. Ela tinha muita coisa para me explicar. Ela estava no meu quarto, sentada na minha cama. Fui me sentar ao seu lado.

- Você é muito poderosa. – comentou minha avó

- Como assim? – perguntei

- Você tem poderes psíquicos. Eles vêm se manifestando desde que você era criança.

- Como naquela vez no aniversário de Thomas?- perguntei

- Sim. Lembra que você estava concentrada no retrato da sua tia com a sua mãe, aí ele se mexeu?

- Lembro. – eu fiquei um pouco assustada quando isso aconteceu, mas depois eu deixei pra lá.

- Parece que agora você vai ter que ir para a Academia São Marcus. – disse minha avó olhando para algo ao longe.

- Por quê?

- Para você aprender a controlar seus poderes. – disse minha avó. Ficamos em silêncio por um bom tempo. Do nada, minha avó se levantou e foi pro meu guarda-roupa e começo a tirar tudo o que tinha nele.

- O que você ta fazendo vovó?- perguntei indo pro lado dela.

- Arrumando suas malas. Você tem que ir o mais breve possível. – disse botando tudo que ela tirou numa mala.

- Mas e o meu pai? E a escola?- perguntei

- Quantas horas o seu pai chega?- perguntou minha avó enquanto pegava outra mala. Olhei no relógio.

- Meu pai vai chegar em 5 minutos.

- Ótimo. – disse

Como eu tinha dito papai chegou em 5 minutos. Quando ele chegou, vovó o chamou para conversar.

- O que foi? - papai perguntou depois de alguns minutos de silêncio.

- Sofia tem que ir para a Academia São Marcus.

- Ano que vem eu troco ela de colégio. –papai disse.

- Você não esta entendendo. Ela vai se mudar o quanto antes. Se possível amanhã.

- E como fica a escola dela? Vai largar tudo para ir para outra mais inferior? NÃO! –meu pai começou a gritar com a vovó.

- Se acalme pai. –eu tentei acalmá-lo, mas ele só ficou com mais raiva.

- Pro seu quarto. AGORA! – gritou meu pai para mim.

- NÃO!- eu disse usando meus poderes para fazer ele se sentar. Agora quem vai ouvir vai ser ele. – Eu não sou mais a sua filhinha. Eu agora tenho poderes. Eu preciso ir para a Academia São Marcus e eu vou você querendo ou não.

Eu me virei e fui pro meu quarto. Eu podia sentir alguém vindo atrás de mim, mas eu não liguei. Entrei no meu quarto, bati a porta atrás de mim e me joguei na cama.

- Sofia... –vovó disse entrando no quarto e se sentando na minha cama. – Vai ficar tudo bem.
Eu a abracei e chorei. Fiquei assim até adormecer. Essa noite eu não tive sonhos.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Fanfic - Anjos Da Noite e a Dama Da Noite - +13
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» bom dia, boa tarde ou boa noite
» boa noite sou o ricki
» Boa noite
» FANFIC - Namorando meu Ídolo
» FANFIC - Laranjas

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
FanFuck :: Fanfictions :: Fanfucks-
Ir para: