InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Compartilhe | 
 

 [Kuroshitsuji] Milady (+18)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Mimio-chan~

avatar

Mensagens : 73
Pontos : 139
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 18
Localização : Provavelmente, atrás de um casal yaoi ou revendo meu DVD de the GazettE *o* Aoi, rebola pra mim, piranha u-u

MensagemAssunto: [Kuroshitsuji] Milady (+18)   Dom Abr 15, 2012 2:25 pm


Sinopse: E se Lizzy e Ciel tivessem uma filha? E se essa garota tivesse de alguma forma, poder sobre Sebastian? Gwyneth Phantomhive, 14 anos, a mais nova de quatro filhos.Por ser tão delicada e tão parecida com a Lady Phantomhive (Ciel vestido de mulher), ela virou a joia da sua família.Mas, Gwyneth tem a famosa estrela lilás no olho desde o seu nascimento.
Até agora, ela não fazia a menor ideia de por que ela era obrigada a tapar o olho com seu cabelo.Mas, após Ciel viajar a negócios com Lizzy, Sebastian fica a serviço de Gwyneth.Mas, junto com o mordomo e demônio, vem as dificuldades, serviços à favor da Rainha e os ceifadores.
--
Primeira fic da saga Heritage (herança)

Classificação: +18
Categorias: Kuroshitsuji
Gêneros: Ação, Amizade, Aventura, Comédia, Darkfic, Death Fic, Drama, Fantasia, Humor Negro, Lemon, Mistério, Romance, Shoujo-ai, Shounen-ai, Songfic, Suspense, Terror, Yaoi
Avisos: Álcool, Canibalismo, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Tortura, Violência, Cross-dresser


Última edição por Ushio em Qui Set 06, 2012 7:05 pm, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cherrie-bonbon.blogspot.com
Mimio-chan~

avatar

Mensagens : 73
Pontos : 139
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 18
Localização : Provavelmente, atrás de um casal yaoi ou revendo meu DVD de the GazettE *o* Aoi, rebola pra mim, piranha u-u

MensagemAssunto: Prólogo   Dom Abr 15, 2012 2:27 pm

Prólogo

Duas e quinze da manhã, dia 22 de outubro.

A mansão Phantomhive estava quieta até demais.Nem Pluto estava latindo e correndo pelo quintal, como de costume.Aquela era uma ocasião especial, então até o cachorro demônio tinha que estar por perto.Lizzy estava repousando em um quarto.Sebastian e Paula, perto de um berço cheio de babados brancos e enfeites delicados.Ciel entrou um tempo depois.Ele não era mais aquele garotinho fofinho de doze anos, mas sim, um homem crescido.

– E então... ? - Ciel perguntou, chegando perto do berço.

– Uma menina - Sebastian sorriu.

– Pena que Elizabeth já dormiu... - Paula disse, com os olhos colados na criança.

– Ela se esforçou muito, Paula - Ciel disse - Ela merece um descanço

– Ah... Perdão...

Ciel se debruçou sob o berço.A garotinha dormia profundamente.Ela tinha cabelos ralos e azul-escuros.Aos poucos, ela ia abrindo os olhos.Quando a garota olhou para Ciel, todos em volta se assustaram.

– Jovem mestre... - Sebastian olhou para Ciel, pasmo.

– Eu sei... - Ciel parecia não estar muito surpreso - Ela... É diferente...

Ela não era uma criança comum.Muito pelo contrário.

Afinal, que tipo de bebê tem uma estrela lilás na íris de seu olho direito?



Notas finais do capítulo
E aí?
Gostaram?
Vão me dar reviews de presente?!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cherrie-bonbon.blogspot.com
Mimio-chan~

avatar

Mensagens : 73
Pontos : 139
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 18
Localização : Provavelmente, atrás de um casal yaoi ou revendo meu DVD de the GazettE *o* Aoi, rebola pra mim, piranha u-u

MensagemAssunto: Capítulo I   Dom Abr 15, 2012 2:32 pm

Capítulo I

Londres estava muito agitada aquela manhã. As notícias de um assassinato corriam pela cidade inteira. No meio do tumulto, uma garota corria pela multidão. Ela era baixinha e tinha cabelos azul-escuros presos em duas marias-chiquinhas com as pontas enroladas. A franja cobria seu olho esquerdo.

– Opa! Licença! Desculpe! - Ela gritava, abrindo espaço - Desculpe!

Acontece que aquela não era outra adolescente comum. Na verdade, era multi milionária. Gwyneth Michelle Elizabeth Phantomhive, ou somente Gwynn, a filha mais nova de Lizzy e Ciel Phantomhive. Ela corria o mais rápido possível para tentar chegar a tempo em casa. " Droga! " ela pensou " Eu vou me atrasar ". Quando ela chegou na enorme mansão Phantomhive, topou com um homem pálido de cabelos prateados e andando de quatro.

– Pluto! - Ela falou, se ajoelhando.

– Arf! - Ele latiu.

– Ah! Olha o que a Gwynn trouxe pra você! - Ela tirou uma bolinha de borracha da bolsa e a jogou bem longe - Vai pegar, Pluplu! Vai!

Pluto obedeceu. Saiu correndo e latindo atrás da bolinha. Gwynn voltou a correr em direção à mansão. Ela abriu a porta principal. Gwynn apertou os olhos e consegiu enxergar um homem de costas. Ele tinha cabelos pretos meio bagunçados e vestida um terno preto. Gwynn deu um salto e o abraçou por trás.

– SEEEBBY!!! - Ela gritou. O homem a encarou um pouco assustado com seus olhos bem vermelhos.

– Lady Gwynn... - Ele riu - Por favor, me chame só de Sebastian...

– Nya! Eu tava morrendo de saudades de você, Sebas-chan!

– Mas eu sou seu mordomo...

– Do mesmo jeito!

Gwynn adorava Sebastian. Ele cuidara dela desde pequena, então era como um irmão mais velho. Na frente de Sebastian estava um casal, sentados no sofá. Ele tinha os mesmos cabelos azul-escuros e olhos azuis que Gwynn, mas usava um tapa olho, e ela era loira de olhos verdes. Eles eram Lizzy e Ciel Phantomhive, os pais de Gynn.

– Por favor, Gwynn, não atrapalhe o Sebastian - Ciel disse, sério.

– Ah, por favor pai! - Gwynn reclamou. Ela saiu de trás do mordomo e agarrou o seu braço.

– Deixa a garota ser feliz, Ciel - Lizzy riu.

– É! Me deixa ser feliz!

Dali a alguns minutos, vieram dois garotos exatamente iguais. Eles eram um ou dois anos mais velhos que Gwynn, ambos loiros de olhos verdes e cabelos curtos.

– Henry nii-san... Charles nii-san - Gwynn disse, indo cumprimentar os dois rapazes.

– Irmãzinha! - Os dois disseram ao mesmo tempo - Pai, mãe...

Ciel continuou sério. Pluto começou a arranhar a porta dos fundos.

– Por que vocês não vão brincar com o Pluto? - Lizzy perguntou - Ele está carente...

– Então... Até mais, Sebby! - Gwynn abraçou o mordomo novamente e depois foi embora. Lizzy e Ciel se entreolharam.

– Bem... E agora? - Lizzy perguntou.

– Eu não sei se é uma boa hora - Ciel se levantou e ficou observando os filhos brincando com Pluto - A Gwynn é nova demais...

– Você também era muito novo quando descobriu... Era até mais do que ela...

– Um dia, ela vai saber - Ciel retirou seu tapa-olho, mostrando seu olho esquerdo. Ele era lilás, com uma estrela roxa na íris - Mas eu tenho medo que seja cedo ou tarde demais...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cherrie-bonbon.blogspot.com
Mimio-chan~

avatar

Mensagens : 73
Pontos : 139
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 18
Localização : Provavelmente, atrás de um casal yaoi ou revendo meu DVD de the GazettE *o* Aoi, rebola pra mim, piranha u-u

MensagemAssunto: Capítulo II   Dom Abr 15, 2012 2:37 pm

Capítulo II

Nota : Mudei a fonte agora por que achava que essa era mais bonitinha ^^
ENJOY!

Gwynn acordou desesperada.

Ela estava ofegante e suando frio. " Ah... Meu Deus... " ela pensou " E-Era um sonho... ? ". De repente, ela sentiu uma mão sob a sua cabeça, e uma luz atrás dela. Gwynn se virou e viu Sebastian com um candelabro nas mãos. Ela esboçou um sorriso.

– Resolveu seguir meu conselho? - Ela perguntou.

– Como? - Sebastian perguntou.

– Arranjar logo um cadelabro se for segurar vela pros meus pais

Sebastian deu uma risadinha. Em seguida, ele colocou a mão na testa de Gwynn. Ela corou um pouco.

– Não é nada demais - Ele disse, sorrindo - Tenta dormir um pouco... Milady

Em seguida, ele foi embora. Gwynn se virou novamente e fechou os olhos.

* * * *

Lá para o fim do dia seguinte, Sebastian foi até o quarto de Gwynn com o chá da tarde. Quando ele chegou lá, ela estava arrumada, sentada em uma cadeira de balanço, lendo Alice no País das Maravilhas.

– Me desculpe pelo atraso... - Sebastian fez uma reverência - Milady...

– SEBBY!! - Gwynn correu até ele novamente, mas Sebastian só deu um beijo na mão esquerda dela. Gwynn corou novamente.

– O Mestre Ciel quer vê-la - Sebastian disse, se levantando. Gwynn consegiu ver novamente como ele era enorme. Ela se sentia uma formiga comparada a ele. Sebastian a acompanhou até o jardim, onde Ciel, Lizzy e seus dois irmãos a esperavam.

– Ainda bem que chegou rápido, Gwyneth - Ciel disse, tomando um pouco de chá - Estávamos te esperando...

– Sim? - Gwynn perguntou, se sentando em uma cadeira qualquer. Do nada, dois gatos pretos apareceram. Um foi se esfregar em Sebastian e o outro pulou no colo de Gwynn. Ela começou a acariciar o gato e Sebastian sentou na escada, apreciando o bichano.

– Bem... Eu e seu pai... - Lizzy começou.

– Deixa que eu assumo - Ciel interrompeu - Nós vamos viajar a negócios

Gwynn ficou pasma.

– P-Por quanto tempo? - Ela perguntou.

– Indeterminado - Lizzy disse. Gwynn sentiu um nó na garganta.

– Por isso, nós decidimos deixar um de vocês no comando por esse tempo

Os três irmãos se entreolharam.

– Vamos ver qual de vocês está apto para isso - Ciel disse. Os três se retiraram. A primeira coisa que Gwynn fez foi voltar para o quarto e se arrumar.

– Milady? - Sebastian perguntou - Aonde vai?

– E-Eu vou dar uma saidinha - Gwynn disse. Em um segundo, ela ficou em frente a Sebastian e segurou suas mãos - Não me siga, por favor

– Se é isso que deseja...

Gwynn saiu correndo em direção à cidade. Ela entrou em uma loja cheia de brinquedos na vitrine. Aquele lugar parecia estar abandonado. Gwynn foi entrando cada vez mais.

– Olá! - Ela aumentou o tom de voz - Tem alguém aqui? Oláá?

– Você... - Uma voz estranha disse, atrás de Gwynn - Você...

– Q-Quem está aí? - Gwynn começou a ficar assustada.

– Você... É a escolhida

– Quê?

De repente, ela consegiu ver um rosto meio escondido no escuro. Seus olhos azuis faiscavam.

– Phantomhive...

Gwynn saiu correndo e gritando. Enquanto fugia, ela percebeu que estava escurecendo muito rápido. Ela também não sabia aonde estava indo. Quando se achou, Gwynn estava sozinha em um beco escuro. Do nada, três homens a cercaram.

– Boa noite, linda - Um deles disse. O coração de Gwynn disparou.

– Está sozinha, é? - Outro foi chegando perto.

– P-Para trás! - Ela gaguejou.

– Indefesa? Gente, vamos nos divertir muito hoje!

" Merda " Ela pensou, fechando os olhos " S-Sebastian! ".

(Continua)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cherrie-bonbon.blogspot.com
Mimio-chan~

avatar

Mensagens : 73
Pontos : 139
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 18
Localização : Provavelmente, atrás de um casal yaoi ou revendo meu DVD de the GazettE *o* Aoi, rebola pra mim, piranha u-u

MensagemAssunto: Capítulo III   Dom Abr 15, 2012 2:42 pm

Capítulo III

Gwynn fechou os olhos.

A imagem de Sebastian veio a sua cabeça. Quando percebeu, Gwynn estava em outro lugar. Ela não sabia aonde, mas era um lugar amplo, todo branco, com milhares de penas brancas no chão. Ela usava um vestido azul-escuro e Sebastian estava de joelhos. Segurava a mão de Gwynn com a sua mão esquerda e tocava o coração com a direita. Ele levantou a cabeça e sorriu para ela.

– Se... Bastian... ? - Gwynn perguntou, muito assustada.

– Às suas ordens... - Ele beijou a mão de Gwynn - ... Milady

Quando ele terminou de falar, seus olhos ficaram estranhos. Ao invés do vermelho intenso de sempre, agora eles estavam mais claros e com fendas. Pareciam olhos de gato ou de... Demônio. Gwynn sentiu algo no olho esquerdo e em seguida, um alívio. Ela se sentiu como se estivesse desmaiando.

Quando Gwynn voltou a abrir os olhos, ela sentiu como se o seu olho quase sempre coberto estivesse brilhando. Ela olhou para a frente. Os três homens estavam desmaiados, com várias marcas de socos no rosto. Gwynn andou mais um pouco. " O que merdas está acontecendo aqui? " Ela pensou. Do nada, ela sentiu que alguém estava correndo em sua direção, mas que não ia machucá-la. Gwynn se virou, mas não tinha ninguém. Do nada, ela sentiu alguém a agarrar e dar um salto. Quando se achou, Gwynn percebeu que não estava com os pés no chão. E além disso, ela estava no telhado de uma casa! Com alguém a segurando no colo. Gwynn olhou para cima e viu as familiares feições finas de um homem de olhos brilhantes. Ele se virou e Gwynn consegiu ver quem era.

– M-Mas o... - Gwynn perguntou, pasma.

– Me perdoe pelo atraso... Milady - Sebastian sorriu.

– S-Sebastian... - Ela corou - O... O...

– Excelente - Uma voz estranhamente familiar disse, abaixo deles. Gwynn olhou para baixo e viu Ciel sorrindo de leve. Em 14 anos, essa era a primeira vez que viu o pai sorrir.

– Hã? - Sebastian pulou do telhado, ainda com Gwynn nos braços, e ficou em frente ao mestre.

– Excelente, Sebastian - Ciel voltou a fechar a cara - Acho que já temos uma vencedora... Não acha, Elizabeth?

Lizzy apareceu de uma " zona morta " do beco que Gwynn não percebeu a existência antes.

– Mãe... ? Pai... ? - Gwynn pulou do colo de Sebastian - Vencedora?

– Você, Gwynn - Lizzy disse, com receio - Você é a próxima mestra...

– Como?

– Milady... Eu não sou apenas um mordomo e tanto - Sebastian interrompeu, pondo o indicador sob a boca, como sinal de silêncio - Eu sou um mordomo e demônio - Nessa hora, os olhos dele criaram fendas novamente.

– Você é um... Demônio?!

– Eu fui mestre dele dês de os 12 anos de idade, Gwyneth - Ciel disse - Está na hora de me aposentar

– Isso significa que, já que você tem a marca do contrato... - Lizzy estremeceu.

– Será minha nova mestra - Sebastian completou.

Gwynn colocou a mão no olho direito. Ciel retirou seu tapa-olho, revelando a mesma marca, e Sebastian retirou a luva. Eles estavam interligados.

– Nessa viagem, quem vai ficar encarregada de tudo, inclusive de dar ordens ao Sebastian - Ciel colocou a mão sob o ombro da filha - Será você, Gwynn

(Continua...)



Notas finais do capítulo
E aí? Gostaram?
Ficou foda, né?
Nota : Experimentem ler esse capítulo ouvindo a primeira abertura de Kuroshitsuji.
Ok então...
Kissus ♥
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cherrie-bonbon.blogspot.com
Mimio-chan~

avatar

Mensagens : 73
Pontos : 139
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 18
Localização : Provavelmente, atrás de um casal yaoi ou revendo meu DVD de the GazettE *o* Aoi, rebola pra mim, piranha u-u

MensagemAssunto: Capítulo IV   Dom Abr 15, 2012 2:51 pm

Capítulo IV

Notas iniciais do capítulo
YOOOOOOOOOOOOOOOO
Eu sonhei outro dia que Milady era o Kuroshitsuji III... E a abertura seria Chizuru do The GazettE.
To ouvindo essa música agora ^^
Quem queria que o Grell-chan aparecesse levanta a mão XD
Enfim...
Notinha pro povo do Fanfuck : Na verdade, esse capítulo acaba naquela parte em que o Sebby diz " Yes, my lord " e vai atrás da Gwynn, mas eu juntei com o capítulo cinco.
So...
ENJOY!



– Nessa viagem, quem vai ficar encarregada de tudo, inclusive de dar ordens ao Sebastian... Será você, Gwynn


Gwynn estremeceu ao ouvir isso de Ciel. Ela?! Dando ordens em um mordomo?! Ela mal podia acreditar.

– Milady? - Sebastian perguntou, preocupado - Você está bem? Está pálida...

– E-E... E-E-Eu t-tô ÓTIMA! - Gwynn gaguejou. Ela cambaleou um pouco para o lado, mas Sebastian a segurou. Ela estava muito assustada. Com essa cena toda, eles nem perceberam um observador. Ele estava escondido por ali, e sorria, mostrando os dentes pontiagudos.

– Olha quem resolveu aparecer! - Uma voz disse. Todos olharam para o lado.

– Q-Quem disse isso? - Gwynn olhou para Sebastian. Ele estava pálido também.

– Essa voz... - Sebastian disse - Não pode ser... Não pode...

– Ah, mas que sem graça! - Aí, alguém resolveu aparecer. Era um homem um tanto... Estranho. Ele tinha cabelos enormes e... Vermelhos. Ele usava uma camisa branca, um colete preto, calças pretas, sapatos de salto alto também pretos e um óculos vermelho com duas caveirinhas nas pontas. Ele segurava um serrote e encarava Gwynn com seus olhos de um verde intenso - Nossa... Como esse pirralho cresceu... - Ele sorriu para Ciel. Ele tinha um sorriso um tanto... Demoníaco. Quando viu Sebastian, ele correu para abraçá-lo - SEBAS-CHAN!

– Eu não estou com saudades suas, Sutcliff - Sebastian cortou-o na hora.

– Me chame de Grell... Sebby-Sebby - Ele encostou na ponta do nariz de Sebastian com o dedo indicador. Sebastian puxou Gwynn para o outro lado, deixando-a em segurança. Em seguida, Sebastian deu um soco no ombro de Grell, fazendo-o se afastar bastante. Grell notou a presença de Gwynn.

– Ninguém te chamou aqui, Grell

– Agora magoou... - Grell deu um saltos e ficou fora do campo de visão de Sebastian - Como castigo... - Grell apareceu do nada, agarrou Gwynn pela cintura e a levou até o telhado, aonde Sebastian estava com a lady a pouquíssimo tempo - Vou levar isto aqui comigo

– MILADY!!! - Sebastian se assustou. Grell fez uma careta e ajeitou Gwynn nos braços.

– Se quiser a sua " lady " de volta vai ter que vir pegar! - Grell mandou um beijo para Sebastian e foi embora. Sebastian fez uma reverência a Ciel.

– Perdão, mestre - Ele disse - Eu falhei...

– Não falhou, Sebastian - Ciel disse, frio - Só não consegiu vê-lo antes... Agora, vá lá e traga minha filha de volta

– Yes, my lord

Sebastian pulou de costas até o telhado e foi correndo, até sumir em meio às enormes casas vitorianas.

* * * *

– Me largue! - Gwynn protestou - Me coloque no chão agora!!

– Eu hein, garota - Grell fez outra careta - Eu não sou seu mordomo pra receber ordens suas... Não posso ser seu, mas mordomo eu sou - Grell deu uma piscadinha. Gwynn corou... De ódio. Ela resolveu ficar um pouco quieta.

– Sebastian... - Ela murmurou - Chega logo, tá?


* * * *


Sebastian corria o mais rápido que podia.

Mesmo não sabendo aonde a sua lady estava, ele poderia sentí-la ao longe. " Ela... Ela está me chamando " Sebastian pensou " Ela... Quer que eu chegue logo... ". Sebastian fechou os olhos por um segundo e sorriu. Por um momento, ele se lembrou de quando Gwynn era pequena.


~ Flashback On ~

A garotinha correu até os braços do mordomo, com bastante dificuldade. Ela tinha por volta de um ano de idade. O mordomo a abraçou.

– Bom-dia, Lady Gwynn - Ele sorriu.

– See... Bas... Tian... - Ela balbuciou. O mordomo riu.

– Isso! Eu sou Sebastian!

Em um sofá atrás deles, um jovem casal observava os dois. A mulher ria.

– Eles se dão tão bem... - Ela disse - Acho que o Sebastian a mima mais que você... Ciel...

– Não diga besteiras, Lizzy - Ciel disse, um pouco assustado.

– Mas não é verdade?

Ciel olhou para os dois. Seu mordomo e sua filha. Eles eram mais próximos do que o próprio Ciel.

– Mordomo e lady estão começando a criar seus laços - Ele disse, bebendo uma xícara de chá - É o começo de uma nova era...


~ Flashback Off ~


Sebastian suspirou.

– Não tema, milady - Ele disse, dando outro salto - Eu vou te encontrar...


* * * *


Agora, Grell e Gwynn não estavam mais em telhados. Eles estavam dentro de uma casa, e bem feia e desarrumada. Outro homem estava sentado no sofá todo acabado. Ele também tinha olhos verdes, mas tinha cabelos pretos ralos e usava um smocking preto. Atrás deles, Gwynn estava presa com as mãos atrás das costas e com a cabeça baixa.

– Grell, você é um inútil, sabia disso? - O homem disse.

– EU?! - Grell se assustou - Por que eu?!

– Não era pra você trazer ela para cá

– Ah... Willy... - Grell encostou na bochecha dele com o dedo indicador, mas o homem retirou-o com um tapa.

– Eu já disse! Meu nome é William! WILLIAM!

– Calma! Nervosinho... - Grell deu outro sorriso demoníaco - Você fica uma gracinha nervoso, sabia disso?

– O que você quer, Shinigami-inútil?

– ME AJUDA! É a primeira vez que eu pego uma garota!!

William suspirou. Gwynn levantou a cabeça e sorriu.

– Ingênuo... - Ela riu. Os dois se viraram - Você é muito ingênuo mesmo... Sabia... Grell?

De repente, a franja de Gwynn começou a se afastar e seu olho começou a brilhar intensamente.

[b]Notas finais do capítulo[/b]
E aí?
O que acharam?
Ficou foda, né?
GRELL! VOCÊ APARECEU O/
Que feliz ^^
Enfim, kissus kissus
♥ ♥ ♥ ♥
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cherrie-bonbon.blogspot.com
Mimio-chan~

avatar

Mensagens : 73
Pontos : 139
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 18
Localização : Provavelmente, atrás de um casal yaoi ou revendo meu DVD de the GazettE *o* Aoi, rebola pra mim, piranha u-u

MensagemAssunto: Capítulo V   Dom Abr 15, 2012 2:54 pm

Capítulo VI

De repente, a franja de Gwynn começou a se afastar e seu olho começou a brilhar intensamente.

– INGÊNUO?! - Grell gritou - EU?! Por que eu?!

Gwynn deu um sorriso demoníaco.

– Ainda bem que chegou logo... Sebastian...

Um vulto apareceu atrás de Gwynn e logo as cordas se soltaram. Os olhos de demônio de Sebastian brilharam atrás dela.

– C-Como você... ? - Gwynn puxou a franja, mostrando seu olho lilás e brilhante. Grell arregalou os olhos.

– Não os mate - Gwynn disse, se virando para Sebastian - Só os deixe inconsientes

– Yes, my lady - Sebastian disse, indo na direção de Grell e William. Em um minuto, os dois estavam caídos no chão, inconsientes. Ou quase. Grell ainda mantinha um olho aberto, observando tudo com atenção. Sebastian sorriu para a lady.

– Arigato... Sebastian-san - Gwynn disse, dando alguns passos à frente. Ela ficou nas pontas dos pés e deu um beijo na bochecha do mordomo, que corou na hora. Grell começou a ferver de ódio. De repente, Gwynn sentiu suas pernas fracas e acabou desmaiando.

* * * *

Ciel andava de um lado para o outro pela sua sala de estar enorme. Lizzy tomava chá parecendo não estar preocupada.

– Onde eles estão? - Ciel disse. Lizzy estremeceu.

– Ela está com Sebastian, querido - Lizzy sorriu, passando a mão de leve no braço de Sebastian - Tenho certeza de que nossa filha está bem.

Assim que ela disse isso, o mordomo voltou. Sebastian apareceu, com Gwynn dormindo em seus braços. Ela puxava o paletó de Sebastian, como se quisesse chamá-lo. Quando ele apareceu, Ciel relaxou.

– Ela está bem? - Ele perguntou. Sebastian fez que sim com a cabeça. Ciel passou os dedos no rosto da filha, ainda sério.

– Eu não quero que Gwynn corra perigo - Ele disse - Leve-a para o quarto

Sebastian fez uma reverência ao mestre e subiu as escadas com a garota. Ele deixou a garota no quarto, mas demorou a sair. Ele encostou na bochecha e sorriu. Em seguida, ele apagou as velas.

–-

Maus pelo capítulo curto

É que é difícil levar o Ciel a sério ouvindo Pon Pon Pon ao fundo, então eu to me cagando de rir




Notas finais do capítulo
É sério
Experimentem
É muito difícil XD
Kissus ♥
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cherrie-bonbon.blogspot.com
Mimio-chan~

avatar

Mensagens : 73
Pontos : 139
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 18
Localização : Provavelmente, atrás de um casal yaoi ou revendo meu DVD de the GazettE *o* Aoi, rebola pra mim, piranha u-u

MensagemAssunto: Re: [Kuroshitsuji] Milady (+18)   Qua Maio 02, 2012 2:02 pm

Capítulo VII

Notas iniciais do capítulo
GOMMEN PELA DEMORA!!
Foram a preguiça de escrever somadas com viagem e frio... Além de provas e montanhas de dever de casa XD
Ok, eu não resisti e coloquei a foto do Grell de cabelo curto no final do capítulo XD
Juro que tentei
ENJOY
!


Capítulo VII

No dia seguinte, Gwynn acordou com uma enxaqueca fortíssima.

Mesmo assim, ela se arrumou antes que Sebastian aparecesse e nem tomou café da manhã. Ela simplesmente passou direto pela sala de jantar e se sentou nos degraus do lado de fora da mansão. " Eu não ligo pra comida " ela pensou " Eu só quero tirar isso a limpo... ". Em menos de dez minutos, Sebastian apareceu.

– Algo me disse que você queria falar comigo - Sebastian sorriu. Gwynn se levantou e ficou na frente dele.

– Sebastian... Preciso que você me conte tudo - Ela disse - Tudo

– Hum...

Sebastian deu um sorriso para Gwynn. Ela se sentiu como se suas marias-chiquinhas tivessem levantado e se arrepiado. " Estranho " ela pensou " Eu nunca me senti assim perto do Sebastian antes... ".

– Por onde eu começo? - Ele perguntou.

– Bom... Pode ser pela parte da segunda personalidade - Gwynn disse, tentando disfarçar o nervosismo - Por que eu fiquei daquele jeito? O que aconteceu comigo? Eu virei yandere?

– Calma, Milady - Sebastian colocou as suas mãos sob as de Gwynn. Ela sentiu seu coração sair pela boca - Foi simples. A marca.

– Marca... ?

Sebastian mordeu a ponta do dedo indicador e puxou a sua luva branca. " Ahn... " Gwynn pensou " Não! Deixe seus pensamentos pervertidos pra depois! Foco, Gwyneth, foco! ". Sebastian jogou a luva por cima do ombro e deixou a mostra a marca em sua mão direita.

– Ah, essa marca - Gwynn disse - O que tem a ver?

– O seu pai tem a mesma marca no mesmo olho - Ele continuou - Isso significa que nós três estamos interligados. Por você ser parente do Jovem Mestre e ter nascido com a mesma marca, ambos são capazes de uma troca de corpo

– Isso s-significa que... Naquela hora... Quem estava enfrentado o Grell era o...

– Sim, era ele mesmo

Gwynn mal podia acreditar no que estava ouvindo. Por alguma razão, ela achava que, quando beijou a bochecha de Sebastian, aquele não era Ciel. Ela tinha conseguido controlar a alma dele em seu próprio corpo.

– Então... Eu também... ?

Sebastian assentiu.

– Você pode trocar de alma com seu pai

– Mas... E quanto a meus irmãos? Henry e Charles também...

– Não. A linhagem da família Phantomhive foi seguida de homens, então você é a primeira mulher a nascer em décadas

– Eles não tem poderes... Só eu...

– Exatamente

– Então, meus poderes são uma questão de linhagem? Se eu fosse mais velha e homem, quem ganharia os meus poderes?

– Henry, por ter nascido minutos antes de Charles

Gwynn sentou-se na escadaria. Ela estava pasma.

– Eu não acredito... Eu...

Sebastian sentou-se ao lado dela.

– Agora, vem a parte mais difícil

– Hã?

– Junto com os poderes sobre mim, vem as responsabilidades

Gwynn se segurou para não bufar. " Não quero fazer pose de mal-educada perto dele... " ela pensou.

– Saiba que tem outros por aí

– Outros o que?

– Outros humanos com contratos com demônios. Seu pai conheceu um quando mais novo. Pode ter a chance de encontrar um.

– Eu não sou a única?

Sebastian balançou a cabeça negativamente.

– Eles são perigosos. Você é a única, que eu saiba, que pode realizar essa troca de poderes com os mestres originais. A alma de Ciel já era bem forte, a sua é muito mais. Eles e seus mordomos farão de tudo para conseguir sua alma

– Eu... Não vou deixar eles fazerem isso...

– Por isso eu estou aqui. Milady, eu prometo de proteger custe o que custar - Sebastian chegou um pouco mais perto do rosto de Gwynn.

– Mesmo que você seja forte, se encostarem um dedo em você, quebro a cara deles

Sebastian sorriu.

– Por isso, tome bastante cuidado com shinigamis, mestres de demônios e desprovidos de alma. Não vou deixar nada acontecer com você

Gwynn piscou algumas vezes. Sebastian se levantou e levou o indicador à boca.

– Afinal, eu sou apenas um mordomo e tanto

–-

Me apaixonei pelo final desse capítulo e mais ainda pelo Sebastian (divoso)

[/i]~ Le foto ~

O Grell não fica lindinho de cabelo curto?




Notas finais do capítulo
Talvez eu poste mais um hj
Bom, estou indo pro curso e escrevo lá mesmo
Kissus ♥
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cherrie-bonbon.blogspot.com
Mimio-chan~

avatar

Mensagens : 73
Pontos : 139
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 18
Localização : Provavelmente, atrás de um casal yaoi ou revendo meu DVD de the GazettE *o* Aoi, rebola pra mim, piranha u-u

MensagemAssunto: Re: [Kuroshitsuji] Milady (+18)   Qui Maio 03, 2012 3:55 pm

Capítulo VIII

Gwynn ainda estava tentando entender o que estava havendo.

Por mais doidas sejam as experiências que ela passou, a garota ainda não tinha se conformado de que ia dar ordens em alguém. Ela não conseguia fazer isso com seus irmãos, muito menos com um mordomo! Ela se sentou na grama. Pluto foi correndo em sua direção e deitou aos pés dela. Gwynn acariciou a cabeça dele.

– E você, Pluplu–chan? - Ela perguntou - Vai me dizer que você é um demônio

Quando Gwynn terminou a frase, ela ouviu uma voz em sua cabeça. Não era seu pensamento, como normalmente, era uma voz grossa e masculina, dizendo : " Na verdade, sou sim ". Gwynn se levantou e deu um passo para trás.

– D-Daonde veio essa voz?

Pluto olhou para Gwynn com uma cara meio inocente.

" Daqui, ó! Aqui embaixo! "

– V-Você fala?!

" Shh! Ninguém sabe que eu falo! Fica quieta! "

Eu tenho que ficar quieta?! O cachorro aqui é você!

" Eu sei, eu sei! Posso falar agora?! "

Gwynn ficou quieta. Pluto foi até ela e lambeu a sua mão direita.

" Obrigado. Bem, sim, eu sou um demônio se você quer saber. Na verdade, um cachorro demônio. Venho do mesmo lugar que o seu querido Sebastian ".

– SÉRIO?! Tem mais desses?!

" Muito mais do que você pensa ".

Gwynn fez uma cara meio pervertida. " Uh hu hu hu huuu!! Gwynn gostou! " ela pensou " Ih, não! Controle-se, Gwynn! Controle-se ". Ela se sentou ao lado de Pluto novamente.

– Bom... Caham... Continue...

" Bom, eu venho do Inferno, do mesmo lugar que o Sebastian e blá blá blá. Como um bom demônio, eu também estou às suas ordens... ".

– Hum... Então eu tenho um mordomo e um cachorro, é?

" Sebastian e eu vamos te proteger. Como eu tenho uma ótima percepção de cachorro... Você tá afim do Sebastian, não é? "

Gwynn corou mais uma vez.

– HÁ! Eu? A-Afim do Sebastian? N-Não! C-Claro que não! D-Daonde você ti-tirou i-isso, Pluto–chan?

" Você está suando frio, Gwynn-sama "

– Bom... M-Mas... P-Por que só eu sei que você fala?

" É que eu estou invadindo a sua mente. Demônios comuns não são capazes de fazer isso, mas cachorros demônios são... Principalmente com os donos " Pluto se esfregou na perna de Gwynn, parecendo mais um gatinho do que um cachorro " Você é minha dona, né? ".

– Ownt!! - Gwynn disse, abraçando Pluto - Claro que sou! E você é muito kawaii, Pluplu–chan!

" Eii! Calma aí com o grude grude que eu vou acabar gamando! "

Gwynn deu uma risadinha e soltou Pluto. Ela olhou para trás e viu um homem alto e de preto atrás dela. Ele se abaixou e Gwynn consegiu ver a cara dele. Era Sebastian, a alguns centímetros de distância do rosto de Gwynn. Ela sentiu aquela sensação de cuspir os órgãos novamente. Pluto encarou Gwynn com uma cara pervertida.

" Não gosta dele não, né? "

Gwynn lançou um olhar ameaçador para ele. Sebastian pôs sua mão no ombro dela. Gwynn se virou. Agora ela estava ainda mais perto dele. Sebastian deu um sorrisinho.

– Que tal irmos levar o Pluto para passear? - Sebastian perguntou.

– Hum... - Gwynn sentiu seu coração bater muito forte.

" Ui! Tá chamando pra sair! "

Gwynn olhou para Pluto como se dissesse " Se não parar de falar, vai virar cachorro quente do Inferno ". Ela agiu como se ele não tivesse dito nada e se levantou.

– Acho que ele precisa sair sim...

Sebastian sorriu novamente. Ele ofereceu o braço para ela.

– Ah! Antes eu vou buscar a coleira do Pluto. Volto já!

Gwynn saiu correndo para os fundos da casa. Sebastian suspirou e sentou-se nos degraus, ao lado de Pluto.

" Ufa... "

– Cansado?

" Você... Está ouvindo? "

– Perfeitamente

" Bom... A Gwynn está na sua "

– Eu sei...

Pluto deu de ombros. Sebastian se levantou.

– Vamos logo, Pluto. Gwynn está correndo perigo desde seu nascimento. Como eu, você prometeu protegê-la, certo?



Notas finais do capítulo
Kissus ♥
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cherrie-bonbon.blogspot.com
Mimio-chan~

avatar

Mensagens : 73
Pontos : 139
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 18
Localização : Provavelmente, atrás de um casal yaoi ou revendo meu DVD de the GazettE *o* Aoi, rebola pra mim, piranha u-u

MensagemAssunto: Re: [Kuroshitsuji] Milady (+18)   Sab Jun 02, 2012 12:45 pm

Capítulo IX

– Vamos logo, Pluto. Gwynn está correndo perigo desde seu nascimento. Como eu, você prometeu protegê-la, certo?


Gwynn colocou a coleira em Pluto e olhou para Sebastian. Pluto começou a puxar a saia de Gwynn de leve.

" Passeio? Passeio!! "

Gwynn se abaixou e fez carinho na cabeça de Pluto.

– É! Passeio! - Ela sorriu. Pluto travou. Gwynn percebeu o que tinha feito - Bom... - Ela se levantou - V-Vamos?

Sebastian ofereceu novamente seu braço à ela. Gwynn agarrou a coleira de Pluto e segurou o braço do mordomo. Pluto olhou para Gwynn com a cara pervertida novamente.

" Ainda vai dizer que não gosta dele? Tá meio... Óbvio "

Gwynn ignorou Pluto novamente e continuou andando. Ele ficou irritando-a o tempo inteiro, até chegarem na cidade, quando ela soltou a coleira e Pluto voou em cima de alguns pombos. Agora, ela estava completamente sozinha com Sebastian. " Aiii! E-Eu tô sozinha com o Sebastian! Deus, e agora? " ela pensou, nervosa " Se com meus pais ainda aqui eu fico assim, imagina quando eu estiver totalmente sozinha com ele! ". De repente, Sebastian parou em frente à uma loja. Ela era pintada de cinza-escuro quase preto, com a pintura meio descascada. Vários caixões negros e caveiras quebradas estavam jogados em volta da parede sujíssima. Na placa, estava escrito Undertaker. " Undertaker? " Gwynn pensou "Coveiro em inglês? ".

– Sebastian? - Ela perguntou, confusa - Você conhece esse lugar?

– Hã? - Sebastian pareceu estar saindo de um transe - Ah, sim... Mas não é nada importante. Por enquanto...

" Como assim ' por enquanto '? " Gwynn pensou, meio confusa. Sebastian foi andando na frente e Gwynn resolveu ignorar a loja. Ela era estranha demais. Por alguma razão, Gwynn sentia que conhecia aquele lugar. Ela nunca tinha visitado aquela loja antes mas sabia que aquele lugar era familiar. Ela resolveu ignorar e seguir em frente.


* * * *


Lá para as duas e meia da manhã, Gwynn se levantou, sem que Sebastian percebesse.

Ela não consegiu segurar sua curiosidade sobre aquela loja. Gwynn simplesmente se arrumou e fez uma espécie de corda com seus lençóis, antes, deixando um bilhete caso Sebastian visse aquilo antes dela chegar. Ela desceu os três andares abaixo e foi até a cidade. Estava muito gelado e todas as lojas estavam fechadas, menos uma. Justamente, a tal daUndertaker. " Que sorte " Gwynn pensou. Ela esfregou as mãos e foi até a porta da loja. Gwynn deu duas batidinhas. Nada. Mais duas. Nada. Ela deu um empurrãozinho e a porta abriu. Lá fedia a gente morta. Em todos os lados, mais caveiras e caixões estavam jogados. Nas paredes também descascadas, vários armários estavam entupidos de caveiras. Gwynn foi até uma mesa que ela achava ser a recepção e tocou a campainha meio enferrujada. De repente, ela sentiu um ventinho atrás de si e ouviu uma voz também meio familiar :

– Ah! Olha só quem apareceu para me visitar!

Gwynn se virou e deu um pulo para trás. Lá estava um homem enorme. Ele tinha cabelos cinza-claros quase brancos que chegavam a arrastar no chão, com uma franja cobrindo seus olhos, uma trancinha meio escondida e tinha uma cicatriz em seu rosto. Ele usava um casaco preto enorme que era praticamente um vestido, um par de coturnos pretos e uma calça também preta, parecendo meio colada também. Ele sorria para Gwynn de um jeito familiar.

– UAAAAAHH!!! - Ela quase caiu para trás ao vê-lo.

– Huh... Quanto tempo, Gwyneth - Ele disse, se aproximando de Gwynn - Muito tempo mesmo

– Q-Quem é você? Como sabe o meu nome?

– Hum... Pelo visto você esqueceu de mim mesmo. Eu sou Undertaker e nós nos conhecemos sim...

– D-Daonde?

Gwynn andou um pouco para trás e caiu. Undertaker estendeu sua mão para ela. Ele tinha unhas enormes e bem pretas. " Ele tem as unhas mais bonitas que as minhas " ela pensou.

– Acho que você tinha três ou quatro anos de idade - Gwynn agarrou a mão de Undertaker. A mão dele era extremamente gelada, como se ele estivesse morto - Devia se lembrar direito...

– Eu esqueci de tudo desde quando eu era menor - Gwynn se levantou. Undertaker pôs a mão em uma das caveiras - Mas... Eu meio que lembro dessa loja...

– Sim! Você veio aqui! E até me chamava de Under–chan!

Gwynn começou a vasculhar suas memórias mais antigas. De repente, ela lembrou de tudo.


~ Flashback On ~


As ruas de Londres estavam bem movimentadas naquele dia. Ciel, Lizzy, Sebastian e mais três crianças estavam passando por lá. Dois garotinhos gêmeos de 6 anos de idade e uma garotinha de 3. Lizzy pegou a garota no colo. Ela parecia meio preocupada.

– Tem certeza, Ciel? - Ela disse, apreensiva.

– Gwyneth tem que ter logo uma noção do que vai enfrentar - Ciel disse. Lizzy deu a garota para Sebastian.

– Ok, então... - Lizzy deu um beijo na bochecha de Ciel e foi atrás dos gêmeos - Venham, meninos...

Ciel fez um sinal para que Sebastian entrasse. O mordomo ajeitou Gwynn nos braços e a garota deu uma risadinha. Undertaker estava de costas, mexendo em sua preciosa coleção de caveiras quebradas.

– Ciel Phantomhive! - Undertaker disse, largando todas as suas caveiras - Que surpresa vê-lo aqui!

– Certo, certo - Ciel disse - Vamos direto ao assunto... Bem, houve um problema genético aqui e... Minha filha nasceu com a marca

Sebastian retirou a franja de Gwynn, mostrando a marca em seu olho.

– Hum... Deixe-me adivinhar - Undertaker disse - Você a trouxe aqui para se familiarizar com o lugar, certo?

Ciel assentiu.

– Já que ela vai ser minha sucessora, não vejo problema em ela começar a saber lidar com a situação

Undertaker se aproximou de Gwynn. Mesmo com a sua cara assustadora, a garota não ficou com medo. Muito pelo contrário, ela começou a puxar os fios de cabelo de Undertaker e a rir.

– Kyah! - Gwynn riu - Under-chan! Agora, Gwynn vai te chamar de Under-chan!

Sebastian deixou Gwynn com o Undertaker. Ele e Ciel se entreolharam.

– Em breve, Sebastian - Ciel bufou - Ela vai estar pronta...



~ Flashback Off ~


– Então, se lembra? - Undertaker perguntou, cutucando de leve a ponta do nariz de Gwynn.

– Under–chan? - Ela perguntou - UNDER–CHAN!!

Gwynn voou em cima do Undertaker, apertando-o com muita força. Agora ela estava bem lembrada.

– Kyaah! Quanto tempo! - Gwynn disse.

– Hum... - Undertaker virou o rosto, como se tivesse escutado algo - Parece que mais alguém familiar está para vir!

De repente, a porta se abriu e alguém apareceu. Rapidamente, Gwynn percebeu quem era. " Ah não! " ela pensou "Ahh, nãão! Droga! ". Undertaker sorriu e puxou Gwynn para um pouco mais para o lado.

– Estava com saudades suas... Sebastian


(Continua)

Nota : Essa capa aí em cima foi modificada, okay? Essa aí é a definintiva :3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cherrie-bonbon.blogspot.com
Mimio-chan~

avatar

Mensagens : 73
Pontos : 139
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 18
Localização : Provavelmente, atrás de um casal yaoi ou revendo meu DVD de the GazettE *o* Aoi, rebola pra mim, piranha u-u

MensagemAssunto: Re: [Kuroshitsuji] Milady (+18)   Sex Jun 15, 2012 2:47 pm

Capítulo X


– Estava com saudades suas... Sebastian


Sebastian estava bem sério, e um pouco molhado de chuva. Gwynn engoliu em seco. Ela tentou esboçar um sorriso, mas não conseguiu.

– K-Kombawa... Sebby–chan... - Gwynn disse, tentando disfarçar o nervosismo. Sebastian foi calmamente na direção de Undertaker como se ele fosse uma ameaça.

– Milady... Eu sabia que você estava aqui - Ele disse, sorrindo para ela. Gwynn se sentiu um pouco mais alviada - Por isso, vim atrás de você antes que acontecesse algo

– Como você... ?

Gwynn olhou para Undertaker. Sebastian se aproximou dele.

– Faz mesmo muito tempo... Undertaker... - Sebastian disse, meio sério. Ele estava agindo como se Undertaker fosse um bicho estranho ou algo do tipo. Gwynn se aproximou de Sebastian - Vamos, Milady?

– Ah, por que tão cedo? - Undertaker disse - Ela está gostando, não é?

Gwynn abriu a boca para dizer algo mas as palavras não saíam. Ela agarrou o casaco de Sebastian.

– Ainda não é a hora... Eu sei que isso foi obra su...

– Sebastian... Eu... - Gwynn interrompeu - Eu vim aqui por conta própria...

Sebastian olhou para Gwynn. Undertaker deu um sorrisinho.

– É verdade... Ainda é cedo demais - Ele encostou a ponta do dedo no nariz de Gwynn - Da próxima vez você vem direito... Não às duas horas da manhã e na chuva...

Sem olhar para trás, Sebastian saiu da loja junto com Gwynn. Ela suspirou aliviada assim que saiu. " UAH! Que situação... " ela pensou " Ahn... Será que eu vou levar esporro da minha mãe? ". Antes que pensasse numa desculpa para dar, Gwynn se sentiu como se estivesse sendo levantanda. Sebastian a tinha colocado nos braços novamente e ainda estava com um enorme guarda-chuva preto. Ela achou que seria difícil demais carregá-la e ainda levar um guarda-chuva daquele tamanho, mas Sebastian levava os dois tranquilamente. " C-Como ele consegue? " Gwynn pensou novamente " Lembrei... Ele é um demônio... ".

– Sebastian... - Gwynn chamou - Por que você disse... Que ainda não era a hora?

– Ahn... Bem... - Sebastian disse - É meio difícil explicar isso agora... Acho que vai saber quando ela chegar...

Ele lançou mais um sorrisinho para Gwynn e ela corou um pouco. Eles ficaram quietos por mais um tempo e depois, Gwynn resolveu quebrar o gelo.

– Ah... Mais uma coisa... - Ela disse. Sebastian olhou para ela novamente - Eu... Acho que seria melhor se...

– A Lady Elizabeth não saiba que você veio aqui e nem que eu vim atrás de você para não preocupá-la ainda mais?

" Uau... " Gwynn pensou " Ele definitivamente lê mentes... ".

– É... Por favor...

– Yes... My lady...

Gwynn corou mais uma vez. " Meu Deus, o que foi isso? " ela pensou " O cúmulo da sedução? ". Dentro de dez minutos, a chuva parou e eles chegaram na mansão. Sebastian parou em frente à janela do quarto de Gwynn.

– Milady... Se segure - Sebastian disse. Gwynn agarrou o pescoço de Sebastian. Ele a ajeitou um pouco mais e ela fechou os olhos. Quando Gwynn voltou a abrí-los, ela estava na sacada do quarto, ainda nos braços de Sebastian. " Ele é mesmo impossível " Gwynn pensou. Ele a levou para dentro e a soltou na cama. Gwynn se sentou.

– Obrigada, Sebastian... - Ela disse. Sebastian pegou o candelabro ao lado da cama e sorriu para ela - O-Obrigada mesmo

– É o meu dever, milady - Sebastian disse. Ele se abaixou um pouco e deu um beijo na testa de Gwynn, fazendo-a corar pela milésima vez no mesmo dia - Boa noite... Bocchan...

Em seguida, ele saiu. Gwynn sentiu o seu coração bater como um tambor. " É a primeira vez... Que ele me chama de bocchan ". Gwynn deu mais um sorrisinho sem graça.[u]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cherrie-bonbon.blogspot.com
Mimio-chan~

avatar

Mensagens : 73
Pontos : 139
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 18
Localização : Provavelmente, atrás de um casal yaoi ou revendo meu DVD de the GazettE *o* Aoi, rebola pra mim, piranha u-u

MensagemAssunto: Re: [Kuroshitsuji] Milady (+18)   Sex Jun 15, 2012 2:50 pm

Capítulo XI


Finalmente, Gwynn tinha dormido bem pelo menos uma vez.

Desde que descobriu sobre o Sebastian ser um demônio, ela tem tido vários pesadelos durante a noite. " Ahn... " ela pensou " É hoje... Que os meus pais vão embora! ". E pensar que, à alguns dias atrás, ela tinha reencontrado o... Undertaker. Agora, ela ia ficar vários dias sozinha, na mansão, apenas com... Sebastian. Em poucos minutos, o próprio apareceu no quarto de Gwynn.

– Ohayo, milady - Ele disse. Gwynn corou novamente. Ela já estava começando a ficar cansada de corar a cada quinze segundos - A Lady Elizabeth e o Lorde Ciel estão a sua procura...

– Bem... E-Eu... Eu vou me arrumar... P-Por favor, diga a eles que já estou indo...

– Hai...

Quando Sebastian se virou, Gwynn levou as mãos à boca, um pouco assustada. " Ok, ok, deixa eu ver " ela pensou "Nesses últimos dias... Corando demais... Nervosa... G-Gagueijando... Na frente... Do... Sebastian... ". Ela começou a sentir o coração bater mais forte... Exatamente quando ela lembrou do Sebastian. " N-Não, Gwynn c-controle-se " ela pensou, balançando a cabeça " C-Controle-se... N-Não pensa nele, não pensa... ". Após um longo suspiro, ela resolveu criar coragem para ir ao armário se trocar. Extremamente nervosa mas ficou pronta rapidamente. Quando ela desceu, Sebastian estava a sua espera. Seus pais estavam na porta principal com as malas. Gwynn foi até eles.

– Ah, minha filha! Fique bem - Lizzy disse, abraçando-a. Gwynn deu um pequeno sorriso, meio sem-graça - Cuide bem da casa... Vamos sentir muito a sua falta...

Em seguida, ela se dirigiu ao Ciel, sério como sempre. Ele se abaixou para ficar na altura da filha e colocou a mão sob o ombro dela.

– Apenas me prometa, que não vai fazer nenhuma besteira - Ele disse. Gwynn balançou a cabeça positivamente. Quando ele se levantou, Gwynn viu seu pai entregando uma caixa decorada a Sebastian e sussurrando " Entregue-a você mesmo ". Depois de algum tempo, Lizzy e Ciel saíram, deixando Sebastian e Gwynn sozinhos na mansão. Ela se virou para Sebastian, que se abaixou e segurou a mão direita de Gwynn. Ela corou mais uma vez. Ele levantou a cabeça e sorriu para Gwynn novamente, abrindo a caixa logo em seguida. Dentro dela, tinha um anel decorado com uma enorme pedra azul, que brilhava quando estava na direção da luz do sol.

– Esse anel simboliza a nobreza dos Phantomhive - Sebastian começou - Já foi passado de geração em geração, pelos líderes da linhagem... Essa é a primeira vez que vai ser usado por uma garota... - Ele enfiou o anel do polegar de Gwynn que, mesmo parecendo muito grande, coube perfeitamente nela - Agora, você é oficialmente uma líder dos Phantomhive...

Gwynn se sentiu meio tonta. Líder de uma linhagem inteira! Era muita responsabilidade para uma garota tão nova. Sebastian se levantou dois minutos depois e sorriu para ela.

– Prefere chá preto ou chá comum, milady? - Ele disse, fazendo Gwynn corar pela milésima vez no mesmo dia.

– C-Chá preto - Gwynn se virou, ficando de costas para o mordomo.

– Yes, my lady


* * * *


" Sebastian... Sebastian... Sebastian... Seba... KYAH!! " Gwynn pensou, parando um pouco de andar " NÃO, GWYNN! G-GWYNETH MICHELLE ELIZABETH PHANTOMHIVE! Não. Pense. No. Sebastian. ". Ela balançou a cabeça para os lados e continuou a andar em direção ao quarto. Gwynn começou a achar o caminho meio longo e apertou o passo, voando para dentro do cômodo e se jogando na porta. Ela soltou um longo suspiro, olhando para baixo e apertando a mão perto do coração. Ela sentia seu coração em disparada e esperou um pouco para se acalmar. Quando ela levantou o rosto, viu algo vermelho saindo debaixo de sua cama. " Hã? " ela pensou " O que é isso? Parece... Cabelo! ". Gwynn foi até aquilo e se agachou. Realmente, aquela coisa vermelha era... Cabelo. Cabelos bem vermelhos e sedosos. Ela olhou para baixo da cama e viu dois olhos verdes piscando para ela. Gwynn abriu a boca para gritar, mas uma mão saiu de lá e tapou a sua boca. A manga de um casaco também vermelho meio largo estava pendurado no pulso, onde também terminava uma luva preta.

– Shhh... - A pessoa disse, mexendo um pouco os dedos - A sua boca é macia, usa brilho?

Brilho? Numa situação dessas, a preocuopação é brilho? Gwynn parou um pouco para pensar.

– Essa voz... - Ela disse, afastando a mão e falando num tom mais baixo - ...Grell?

Ele saiu de lá. Realmente, era Grell quem estava escondido. Gwynn o ajudou a se levantar.

– O-O que você está fazendo aqui? D-Digo... - Ela fez uma pausa e pigarreou - C-Como entrou?

– Pela janela - Ele disse, apontando para a janela aberta - Eu vim dar uma espiadinha no Sebastian...

– S-Sebastian? - Ela respondeu, engolindo em seco - S-Sei como é-é...

Grell levantou a sombrancelha.

– Que gagueijada foi essa?

– N-Nada... Nada mesmo... Eu... Ahn...

De repente, ouve-se três batidinhas na porta. Gwynn sentiu um frio na nuca.

– Milady? - Sebastian disse, do outro lado - Milady, quem está aí?

– AH! - Grell agarrou os ombros de Gwynn - Por favor, me esconda!

– M-Mas você me sequestrou...

– Eu vou virar seu melhor amigo pra sempre! Por favoor! Ele não pode saber que eu estive aquiiiii!!

Gwynn revirou os olhos por um segundo. Ela se levantou, agarrou a mão de Grell e o puxou até o closet.

– Não faça nenhum barulho...

– Ariga...

– Shh!

Gwynn trancou-o lá dentro e abriu a porta para Sebastian. O mordomo olhou em volta, enquanto Gwynn olhava com o canto do olho para Grell.

– Eu... Ouvi alguém aqui...

– Ahn... N-Não tem ninguém! Acho que foi um engando seu, Sebby...

– Humm... Então... Estou indo...

Sebastian saiu e Grell se jogou no chão, suando frio.

– Sou... Eter... Namen... Te... Gra... To...

Gwynn deu uma risadinha. De repente, ela viu que Grell estava quase derrubando um dos vestidos do closet.

– C-Cuidado! - Ela disse, ajeitando o vestido.

– Que roupa é essa? - Ele perguntou, se levantando.

– Acho que... Você sabe qual é a primeira coisa que um adolsecente faz quando fica sozinho em casa, né?

– O... Quê?

Gwynn lançou um sorriso meio assustador para Grell.

– Uma... Festa!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cherrie-bonbon.blogspot.com
Mimio-chan~

avatar

Mensagens : 73
Pontos : 139
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 18
Localização : Provavelmente, atrás de um casal yaoi ou revendo meu DVD de the GazettE *o* Aoi, rebola pra mim, piranha u-u

MensagemAssunto: Re: [Kuroshitsuji] Milady (+18)   Sex Jun 15, 2012 2:54 pm

Capítulo XII


– Uma... Festa!


– Festa? - Grell disse, se ajeitando um pouco - Festa? FESTA! Por que você não me chamou antes?! Eu a-d-o-r-o festa!

– Eu só decidi isso hoje... Quando meus pais saíram... - Gwynn riu - O tema eu também decidi recentemente

– Qual é?

– Alice no País das Maravilhas... Eu tenho pouca criatividade...

Grell soltou uma risadinha que fez Gwynn sentir outro friozinho na nuca, como se suas marias-chiquinhas criassem vida e ficassem em pé.

– Até imagino... O que você vai fazer pra chamar a atenção do Sebby ♥ - Grell disse. Gwynn se virou, um pouco corada.

– Bem... E-Esse é o vestido que eu vou usar... Nyah... - Ela disse, tentando disfarçar o nervosismo - Sabe, eu acho que é mais uma chance de se aproximar do Sebas–chan...

Na hora que Grell ia falar alguma coisa, ambos ouviram Sebastian voltar novamente. Dessa vez, ele se apressou e pulou pela janela (?) alguns segundos antes de Sebastian entrar. Ele se deparou com Gwynn olhando pasma para a janela, um pouco corada também.

– Tem certeza de que não tinha ninguém aqui, milady? - Ele perguntou, fazendo mais ou menos a mesma cara que Gwynn.

– S-Sim - Ela disse, se levantando - Err... Sebastian...

Ele fitou Gwynn com seus (lindos) olhos vermelhos. Ela se sentiu hipnotizada por ele por alguns segundos e depois, voltou ao normal.

– Eu... Eu queria saber se... - Ela apertou os olhos para não se sentir muito pressionada - Se não tem problema ter uma festa... Aqui

– Milady... - Sebastian disse, se agachando e segurando a mão de Gwynn - Por que você usa esse anel?

– Por que eu sou a líder da família Phantomhive...

– Isso significa que, quem manda aqui é você. Não precisava perguntar para mim, a decisão é totalmente sua...

Gwynn suspirou. Sebastian sorriu para ela novamente.

– Então, quando quer que eu marque?

–-


Desculpem-me pelo capítulo curto T-T É a inspiração que tá faltando.

Enfim, eu fiz a playlist dessa fanfic ^^ Nesse link que eu vou mandar agora, tem bastante spoiler, viu? Então o recomendável é que vocês só vejam os vídeos do Milady, ok? Cliiquem aqui ó \o/

E tem mais, o que acharam da capa nova?

Ficou bonitinha? Ou ficou pior que a antiga * apanha * XD

Custa muito deixar um reviewzinho dizendo o que acharam da capa definintiva? Deixem-me feliz, okay ♥


Aishiteru ♥♥♥
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cherrie-bonbon.blogspot.com
Mimio-chan~

avatar

Mensagens : 73
Pontos : 139
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 18
Localização : Provavelmente, atrás de um casal yaoi ou revendo meu DVD de the GazettE *o* Aoi, rebola pra mim, piranha u-u

MensagemAssunto: Re: [Kuroshitsuji] Milady (+18)   Sex Jun 15, 2012 2:58 pm

Capítulo XIII


– Então, quando quer que eu marque?


Gwynn se segurou para não corar novamente, mas não conseguiu resistir. Não com Sebastian sorrindo para ela daquele jeito.

– Bem... Ahn... - Ela disse, tentando esconder o nervosismo - O-O mais rápido que conseguir... ?

Sebastian fez uma reverência a ela e foi para a outra sala. No mesmo instante, ele saiu com toneladas e mais toneladas de folhas de papel.

– Aqui, eu vi os dias úteis e uma lista adequada de convidados - Sebastian disse, arrumando as folhas - Tudo correto... Como desejado, Milady?

Gwynn parecia muito... Nervosa. " E-Ele fez isso em m-menos de t-três segundos " Ela pensou, boquiaberta " Sebastian, você é mesmo incrível! ". Sebastian lançou-lhe um pequeno sorriso, como se soubesse dos pensamentos dela.

– Ah, com licença, Milady - Sebastian disse, fazendo uma reverência. " Ah, hora do chá " Gwynn pensou, vendo Sebastian se retirar lentamente " Mas... Será que vai ter algum problema se... ? ". Imediatamente, Gwynn seguiu Sebastian. Desde pequena, ela sempre teve uma única dúvida e sempre quis tirá-la com o próprio Sebastian.

– Err... Sebastian... - Gwynn disse. Ele se virou imediatamente.

– Sim?

– Bem... Eu... Eu sempre quis perguntar isso mas... O-Onde estão os outros empregados?

Sebastian se sentiu como se tivessem o acertado com uma marreta ou algo do tipo.

– Outros... Empregados?

– É! Eu sempre soube que tinha mas eu nunca os vi...

– Bem... É que eles... Se sentem nervosos na sua presença...

– O-O QUÊ?!

" C-Como?! " ela pensou " Eu é que armo os barracos e eles ficam com medo de mim? Uah?! ". Gwynn continuou a seguí-lo. Agora sim, ela estava duplamente curiosa. Sebastian continuou nas suas atividades normais, fingindo não estar notando Gwynn atrás dele por todo lugar, até a hora em que ele desistiu.

– Milady, quer mesmo conhecer os outros empregados?

Ela ficou tão animada que suas marias-chiquinhas quase se levantaram.

– CLARO! Eu estou te seguindo só pra conseguir isso!

Sebastian lançou-lhe outro pequeno sorriso.

– Então... Por favor, me acompanhe
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cherrie-bonbon.blogspot.com
Mimio-chan~

avatar

Mensagens : 73
Pontos : 139
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 18
Localização : Provavelmente, atrás de um casal yaoi ou revendo meu DVD de the GazettE *o* Aoi, rebola pra mim, piranha u-u

MensagemAssunto: Re: [Kuroshitsuji] Milady (+18)   Sex Jun 15, 2012 3:00 pm

Capítulo XIV


– Então... Por favor, me acompanhe


Gwynn soltou um pequeno suspiro antes de seguir o mordomo. " Ah, eu nem achei que fosse sério mesmo " ela pensou " Mas, agora já era, né? ". Sebastian a levou até os fundos da mansão, aonde geralmente Pluto ficava quando ganhava (ou achava) alguns ossinhos. Gwynn ficou encostada na parede.

– O QUÊ?! - Ela ouviu uma mulher gritando, daqueles fundos - C-Como assim?

– Para de gritar - Um homem mais velho disse, soltando um longo suspiro em seguida - Acho que não tem nada demais nisso... Afinal, foi VOCÊ que inventou essa história de medo da bocchan, senhorita May

– N-Não joga na cara... E-Eu tenho v-vergonha mes-mesmo...

– Por favor, se acalmem... - Sebastian disse, calmamente - A koujiouji–sama está presente...

– COMO?!

– O que eu falei sobre gritar, Maylene?!

– Hoh, hoh, hoh, hoh

" Hein? " Gwynn pensou novamente. Ela apertou os olhos por um instante e deu alguns passos para a frente, meio escondida. Ela conseguiu ver três deles. Um homem loiro com os cabelos bem repicados e curtos, olhos azuis e com uma roupa de cozinheiro, fumando um cigarro; uma maid de cabelos ruivos meio vinho, usando um enorme par de óculos e um mais velho, de cabelos grisalhos jogados para trás sentado no chão, também de óculos e segurando uma espécie de potinho com chá. Os outros dois se organizaram rapidamente ao verem Gwynn, bem nervosos.

– Milady, como prometido, esses são os empregados... - Sebastian sorriu, apontando para cada um deles - O cozinheiro Bard, a empregada Maylene e o mordomo... Tanaka

– Hoh, hoh, hoh - Gwynn olhou fixamente para Tanaka como se dissesse Okay, ele já está começando a me assustar. Maylene olhou para os lados por um minuto.

– O-Onde foi o... ?

Gwynn olhou para ela, dando algumas piscadas rápidas.

– Quem?

Bard e Maylene se entreolharam.

– Ah, sim... Finnian... - Sebastian disse, sorrindo novamente para Gwynn - Ele foi lá atrás, com o Pluto...

Gwynn começou a suar quando ouviu o nome de Pluto. A suar muito. " P-Pluto? " ela pensou " Pluto?! PLUTO?!! O DEDO-DURO DO PLUTO?!!! ". Ela deu alguns passos na direção de Maylene.

– Vocês... Sabem onde eles estão?

Bard colocou a mão atrás da cabeça. Sebastian apontou para uma área mais ao fundo ainda da mansão, onde tinha uma espécie de jardim dos fundos.

– A-Arigato...

Gwynn continuou andando mata adentro, sem saber exatamente o que estava fazendo. Sebastian deu apenas alguns passos atrás dela de depois parou. Ela continuou até chegar no jardim. Ele era enorme, cheio de árvores bem cuidadas e com a grama bem feita. Gwynn sentiu algo se mover perto dela. Quando ela se virou, Pluto foi correndo em alta velocidade e a derrubou no chão.

– AAAGH! PLUTO! - Gwynn gritou, tentando sair debaixo dele.

" Gwynn-sama! Gwyyyyynn-samaaaaa! "

– Pluto! Não! Sai!

Pluto saiu de cima dela e se sentou ao seu lado, olhando fixamente para trás dela.

– P-Pluto?

Gwynn olhou para trás. Ela não conhecia aquela voz de lugar nenhum. Quando ela se virou, viu um garoto, parecendo ser apenas alguns anos mais velho que ela. Ele era mais loiro que Bard, com os cabelos até o pescoço com cinco presilhas vermelhas, uma de cada lado. O sol estava tão forte que Gwynn não conseguiu ver o rosto dele direito.

– Ahn? - Ele estendeu a mão para Gwynn - V-Você está bem?

– S-Sim... - Gwynn respondeu, segurando a mão dele. Ela conseguiu ver seus olhos verdes brilhando.

– Milady? - Ela se virou novamente. Sebastian estava atrás dela, parecendo um pouco cansado - Ouvi você gritar e vim correndo...

– E-Ela é a... ?

– Milady, esse é Finnian, o jardineiro...

Gwynn virou o rosto novamente para tentar ver o rosto de Finny mas Pluto se jogou nela novamente.

– PLUTOOOOOOO!!!!! Sai de cima! Sai de ciiiimaaaaa!!

Sebastian ficou olhando fixamente para Gwynn, com a mente em outro lugar.

– Sebastian! Sebaastian? - Gwynn chamou - SEBASTIAN!

– Ah? - Sebastian disse, mexendo a mão um pouco. Pluto foi imediatamente para o lado dele.

– O-O que você estava pensando?

– Ahn... Nada... É que...

– É que... ?

– Você... Me lembra alguém
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cherrie-bonbon.blogspot.com
Mimio-chan~

avatar

Mensagens : 73
Pontos : 139
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 18
Localização : Provavelmente, atrás de um casal yaoi ou revendo meu DVD de the GazettE *o* Aoi, rebola pra mim, piranha u-u

MensagemAssunto: Re: [Kuroshitsuji] Milady (+18)   Sex Jun 15, 2012 3:04 pm

Capítulo XV


– Você... Me lembra alguém


– Como? - Gwynn perguntou, mexendo a cabeça para o lado direito.

– Hm... - Sebastian sorriu novamente para Gwynn - Você é mesmo muito parecida com o Mestre...

Ela deu mais uma pequena corada e deu meia volta, dando alguns passos à frente de Finny.

– V-Vamos lo-logo... E-Eu... Tenho um c-compromisso! É! - Gwynn disse, suando frio - Com... Com... Compromisso...

" Não, não, não... NÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃOOOOOO! " ela pensou " O que eu estava pensando? COMPROMISSO? Com q... ". No exato segundo que ela pensou nisso, veio a sua cabeça a imagem de Grell fazendo mais uma de suas poses espalhafatosas. " Bem... Até que não é uma ideia ruim... " Gwynn começou a bater de leve o dedo indicador no queixo, enquanto andava sem rumo pela mata " E... Eu salvei ele daquele negócio de espionagem, então... O Grell tá me devendo uma... ". Gwynn sorriu um pouco e continuou andando, agora, bem mais confiante de si.


* * * *


Ao chegar na mansão, Gwynn viu aquela coisa vermelha encostada na janela, esperando pacientemente a chegada de Sebastian. Ela se apressou e foi correndo até ele, arrastando-o pelo casaco.

– EEEEIIIII!!! - Ele protestou, se debatendo enquanto Gwynn o levava para dentro da mansão - MEU CASACO NOVO! NÃO! Esp... Gwynn?

Gwynn lançou um pequeno sorriso à ele.

– Eu preciso te raptar por um segundo - Ela disse, soltando-o ali perto - É que eu contei uma pequena mentirinha e preciso de você aqui... Depois, eu te empresto do Sebby

Os olhos de Grell começaram a brilhar muito.

– SÉÉÉÉÉÉÉÉÉRIOOOOOOOO??????!!!!!! - Grell disse, abraçando Gwynn com toda a sua força - Eu te amo, Gwynn–chan ♥

– Ok, ok - Gwynn disse, tentando afastá-lo um pouco - M-Me deixa respirar um pouco...

Grell a largou, ainda fascinado pela promessa da menor.

– Mas... Por que eu estou aqui mesmo?

– Eu... Tenho que tirar uma informçãozinha do Sebastian e preciso da sua ajuda...

– Hum... O que?

– Quem é essa pessoa que se parece comigo... Eu quero saber quem é...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cherrie-bonbon.blogspot.com
Mimio-chan~

avatar

Mensagens : 73
Pontos : 139
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 18
Localização : Provavelmente, atrás de um casal yaoi ou revendo meu DVD de the GazettE *o* Aoi, rebola pra mim, piranha u-u

MensagemAssunto: Re: [Kuroshitsuji] Milady (+18)   Qui Set 06, 2012 7:11 pm

Notas : Yoo!
Siim, eu voltei. Consegui acabar esse capítulo *----*
Bom, eu sei que um dos meus leitores (q eu conheço na vida real) vai ficar feliz com esse sonho que eu coloquei no meio. É, vai demorar ainda, mas foi uma prévia. Eu dei um nome pro sonho da Gwynn e não sabia se colocava no capítulo ou não, mas no fim eu coloquei :3
Sleeping Beauty é uma música da Hatsune Miku MUITO foda e viciante e eu to dizendo : leiam o capítulo ouvindo. Eu fiz isso. Ficou foda.
Sério. Eu coloquei o link no capítulo.
Ah! E o que acharam da capa nova? Ficou legal *---*
Eu encomendei com as Damas do Photoshop. As capas do resto da saga eu também vou encomendar lá. Eu aviso quando tiver encomendado a da segunda fic, que também já vai ser um sinal pro final dessa.
Enfim... Enjoy ^^


Capítulo XVI


– Quem é essa pessoa que se parece comigo... Eu quero saber quem é...


– Hum... Mas... Tem um jeito facílimo de descobrir isso... Huhuhu... - Grell riu. Gwynn olhou para ele.

– QUAL?! - Gwynn perguntou, desesperada.

– É simples... Você me deixa resolver esse caso e você me deixa ir na festa ♥

– FEITO! - Ela respondeu, sem parar para pensar. Instantâneamente, apareceu um brilho nos olhos de Grell.

– SÉÉÉRIOOO??!! Eu achei que não ia dar! - Ele disse, dando alguns pulinhos - AAH! Eu vou de Gato de C...

– NÃO! - Gwynn pulou em cima dele - Tudo menos Gato de Cheshire! V-Vai de Alice, sei lá

– Por que não posso ir de Gato?

Gwynn corou automaticamente.

– É... Um motivo em p-particular, tá...

Grell levantou a sombrancelha, suspeitando um pouco.

– Mas, enfim... Vem comigo! - Grell gritou, puxando-a pela mão.


* * * *


– Vamos, Gwynnnn!! - Grell disse, dando pulinhos do lado de fora do quarto da garota - Depois sou eu! Vamos!

– Eu já estou quase pronta... - Ela disse, do outro lado da porta - Só falta... Pronto...

– Vamos logo! Eu quero ver como fi...

Gwynn saiu do quarto. Ela usava um vestido rosa-claro cheio de babados e laços, com alguns detalhes pretos. Usava luvas pretas bem compridas, até chegar perto do ombro e usava um chapéu rosa com um laço branco e algumas rosas falsas embaixo. Ela estava um pouco corada.

– Não sei se ficou bem...

– IMAGINA! Eu estou com ciúmes agora. Sério, ficou perfeito em você!

– Nyaah... Assim eu fico sem-graça... Bem, agora é a sua vez! Vai, vai, vaiii!

Grell agarrou as roupas e correu para o quarto. Gwynn se sentou no chão, encostada na parede perto da porta do quarto. Ela abraçou os joelhos e ficou mexendo os pés, tentando achar uma posição que os deixe iluminados. Quando finalmente conseguiu, ela apenas ficou olhando para o brilho fraco na ponta das botas pretas. Depois, ela os mexeu novamente, olhando para baixo. Por um segundo, ela meio que se desligou do mundo. Não pensava em absolutamente nada por cinco minutos. Esse nada foi quebrado por um nome que veio à sua mente. Ao pensar nele, ela fechou os olhos e deu um pequeno sorriso. E esse nome era...

" Sebastian "


* - Gwynn's Dream : Sleeping Beauty 01


Gwynn abriu os olhos novamente.

Ela estava em um lugar completamente diferente da mansão Phantomhive. Era uma espécie de sala branca sem nada. Sem portas, janelas... Nada. Era uma sala gigantesca e em todos os lugares, se viam... Fios pretos. Fios pendurados em todos os lugares. Eles pareciam estar vindo de um canto da parede, mas Gwynn não estava nem ligando pra isso. Eram apenas milhares de (o que pareciam) cabos jogados por todos os cantos, espalhados pela parede e pelo chão. Gwynn percebeu que estava deitada no chão, em meio aos fios que pareciam intermináveis. Depois, ela percebeu que suas roupas estavam diferentes. Ao invés do vestido de festa que Grell a dera, era um vestido branco simples, com alguma coisa amarrada. Múltiplos fios vermelhos bem finos estavam entrelaçados em seu corpo. Gwynn acompanhou os fios e viu que as pontas deles terminavam em sua mão direita, amarrados em seu dedo. Ela se sentou no chão e encostou em um fio, como se fosse desamarrá-lo. Instantâneamente, ele começou a brilhar. Ela se afastou aos poucos e o fio voltou ao normal. " Eu... Estou sonhando? ".

Gwynn se levantou e olhou para o chão. A outra ponta dos fios vermelhos estavam lá, jogadas. E elas pareciam dar em algum lugar. Por impulso, Gwynn segurou os fios e começou a seguí-los. A sala parecia mais um jardim ou algo parecido, por ser tão pequena no canto e tão... Larga. Ela continuou seguindo, meio sem rumo. Após alguns minutos, ela chegou em uma parte que parecia ter o teto mais baixo. Os fios estavam começando a cair em sua cabeça. Gwynn começou a jogá-los para os lados, abrindo caminho. Ela foi percebendo que o caminho dos fios vermelhos já estavam chegando no fim, pois ela começou a sentir eles sendo puxados. Gwynn apertou o passo até chegar na área mais estranha da sala. Ela tinha um pouco mais de espaço, mas, espalhadas do no outro canto, tinha o que pareciam ser cabines. Seis delas, com exatamente um fio saindo de lá. De repente, ela começou a ouvir uma voz vindo dentro de sua mente, como com Pluto. Ela parecia ser familiar, mas ela não sabia daonde.

Sleeping Beauty...

Gwynn começou a ficar confusa.

Sleeping Beauty... Você... Siga o primeiro fio...

Mesmo sem entender nada, Gwynn procurou o primeiro fio e foi até a cabine aonde ele dava. Ela viu uma pessoa por entre os cabos pretos. Meio confusa, Gwynn começou a abrir espaço entre eles.

– Oi... ? - Ela disse - Tem algué...

Ao ver a pessoa lá dentro, Gwynn travou. Ela não sabia o que fazer e nem como reagir. Ela simplesmente ficou ali, parada e de olhos arregalados.

– Vo... Você...


* - Sleeping Beauty 01 : End


– Gwynn... Gwynn... Ei, GWYNN!!! - Gwynn abriu os olhos. Grell estava em sua frente, tentando acordá-la. Ela começou a esfregar os olhos ao ver a roupa de Grell. Ele usava um terno preto arrumado e seu cabelo estava preso em um rabo de cavalo enorme. Aquilo era Grell Sutcliff vestido de homem– Ah, você está viva! Ainda bem!

– Hã? Eu... Dormi? - Ela disse, tentando se levantar.

– Dormiu. Mas ainda tem tempo, vamos logo antes que a gente se atrase!

Ainda meio tonta, Gwynn se levantou e seguiu Grell. Chegaram rapidamente no lado de fora e começaram a correr. Gwynn não fazia a menor ideia do que estava fazendo ali, mas continuou correndo assim mesmo. Em 20 minutos, eles chegaram na frente de uma mansão tão grande quanto a Phantomhive. Gwynn olhou para Grell.

– É aqui? - Ela perguntou.

– É... A partir daqui, você vai ter que fazer tudo que eu disser... - Ele disse - Mas... Enfim... Seja bem-vinda à mansão do Visconde de Druitt...

Notas : E aí? Gostaram?
Da música e da capa? :3
Espero que sim XD
Reviews ^^
Kissus ♥
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cherrie-bonbon.blogspot.com
Mimio-chan~

avatar

Mensagens : 73
Pontos : 139
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 18
Localização : Provavelmente, atrás de um casal yaoi ou revendo meu DVD de the GazettE *o* Aoi, rebola pra mim, piranha u-u

MensagemAssunto: Re: [Kuroshitsuji] Milady (+18)   Qui Set 06, 2012 7:19 pm

Notas : Pessoas, aceitem esse capítulo com toooodo o meu amor ^^
Por que tanta felicidade? Lançou o mangá de Kuroshitsuji e eu comprei *--------------------* A minha felicidade é enoooooormeee!! Nyah! Bem, ao capítulo!
Eu fiz ouvindo Toguro do the GazettE, mas eu acho que não tem pouha nenhuma a ver com o capítulo... Mas foda-se, eu vou do mesmo jeito. Le link : http://www.youtube.com/watch?v=PNCWJzZ42ZM&feature=endscreen&NR=1
Enfim... Enjoy o/


Capítulo XVII

– Mas... Enfim... Seja bem-vinda à mansão do Visconde de Druitt...

– Bem... - Gwynn começou a olhar fixamente para a mansão, sem piscar nenhuma vez - O que viemos fazer aqui mesmo, Grell? - Ela perguntou do nada.

– Só vem comigo! - Grell a puxou para dentro da mansão antes que ela a fixasse novamente. Eles entraram no enorme salão principal da mansão, todo dourado com várias mesas, estátuas de gelo, pinturas... " Nossa... Ela é bem maior por dentro... " Gwynn pensou.

– Tá vendo aquele cara ali? - Grell perguntou.

– Qual deles?

– O loiro dando pulinhos

Gwynn o localizou rapidamente só com a parte dos pulinhos. Ele tinha cabelos loiros compridos que passavam bastante da altura dos ombros e olhos roxos. Obviamente, ficava dando vários pulinhos e fazendo algumas poses muito exageradas. " Por que será que ele me lembra alguém... ? " Gwynn pensou, levantando a sombrancelha.

– Ah, sim... Aquele pônei saltitante ali no canto?

– É, esse mesmo. Aquele é Aleister Chamber, ou o Visconde de Druitt. O dono dessa propriedade inteira.

Ela olhou para Grell meio assustada ao ouvir a última frase.

– Se eu estiver certo... Se ele vir você vestida desse jeito vai te reconhecer na hora!

– E-EU VOU TER QUE FALAR COM ELE??!!

– Na verdade, não. Só passa por ele.

– Então você vem comigo - Gwynn agarrou o braço de Grell e o puxou em direção à mesa de ponche ali perto.

– Ah, vai lá...

– Não, Grell. Você virou cavalheiro por um dia, então você vem comigo

– Eu não quero!

– Vem... O plano é seu...

– Não!

– VEM!

Gwynn o puxou novamente, usando toda a sua força. Por um segundo, Grell se destraiu e parou de fazer força. Ela acabou o jogando em cima da enorme mesa de ponche, quebrando as estátuas de gelo e derrubando tudo. Acontece que, quando Grell foi jogado, ele acabou levando Gwynn com ele. A festa parou por completo para observar a cena. Os dois deitados na mesa quebrada. Gwynn fuzilou Grell. Ela se arrastou até ele e sussurrou " Em casa a gente conversa ". Grell engoliu em seco. Gwynn olhou para cima e se deparou com um garoto olhando para ela. Ele parecia ser um pouco mais velho que ela e era albino. Tinha os cabelos prateados e curtos com uma pequena franja jogada para um dos olhos. Ele usava uma roupa de festa comum, mas por alguma razão, Gwynn estava vendo algo familiar nele.

– Você está bem? - Ele disse, estendendo a mão para Gwynn.

– Ah... S-Sim... Eu - Gwynn segurou a mão dele - Obrigada...

Quando se deu conta, ele tinha mudado o olhar. Parecia que tinha reconhecido algo nela ao tocá-la. Gwynn se levantou e ele se virou, deu alguns passos e depois olhou novamente para ela e sorriu.

– Tente tomar mais cuidado da próxima vez... Sleeping Beauty...

Gwynn levou um susto enorme. " Como é que... ? ". Quando voltou a si, ela percebeu que o garoto tinha desaparecido na multidão. Gwynn colocou as mãos sobre a boca, assustada. " Como? Eu não contei a ninguém... Eu nem conheço esse garoto... Como ele sabia... Sobre a Sleeping Beauty... ? ". Ela sentiu uma mão sobre seu ombro. Grell estava usando-a como apoio.

– Hey, Gwynn... Acorda - Ele disse - O plano, lembra?

– A-Ah, sim... O plano...

Grell puxou Gwynn para o meio do baile. Ela parecia estar mais preocupada que nunca. Ele a empurrou para um canto do salão.

– Fica aí que o Visconde vai vir até você rapidinho...

Não se passaram nem vinte minutos até o Visconde aparecer em sua frente. Gwynn achava ele estranho, mas o jeito que ele olhava para ela era um tanto... Seduzente...

– Ahn... Visconde... - Gwynn o cumprimentou.

– Gostaria de dançar comigo, lady... ?

Gwynn olho para Grell. Ele estava tentando dizer algo como " Lady Phantomhive! Só Lady Phantomhive! ".

– P-Phantomhive...

– Hum... Que nome bonito... - Aleister sorriu para ela. Gwynn respirou fundo e segurou a mão dele. Ela não estava nem um pouco tranquila durante a dança. Gwynn olhava para os lados, à procura do garoto. Sendo o único albino da festa, ela achava que seria fácil, mas não conseguia achá-lo em lugar nenhum.

– Lady Phantomhive? - Aleister chamou. Ela voltou a olhar para ele - Você parece agitada...

– Ah... Err... Não é nada... - Gwynn sorriu. Em seguida, voltou a olhar para Grell. Bem naquela hora deu a troca de pares. Aleister rodou Gwynn e, quando ela olhou para a frente, o garoto estava na sua frente, sorrindo. No fundo, Grell estava fazendo sinal para ela sair, mas Gwynn ignorou.

– Quer dançar?

Gwynn olhou para baixo. Rapidamente, o garoto já estava a conduzindo sem que ela percebesse.

– Você... Conduz bem...

– Eu sei.

– Hã?

– Eu já sei de tudo...

– Como assim já sabe...

– Eu sei quem você é, Sleeping Beauty

Notas : U-U mistério
Enfim, vejo vcs no próximo ^^
Reviews não fazem mal u-u kk
Kissus ♥
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cherrie-bonbon.blogspot.com
 
[Kuroshitsuji] Milady (+18)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [TESTe] Qual animal você vira quando está com raiva?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
FanFuck :: Fanfictions :: Fanfucks-
Ir para: