InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Compartilhe | 
 

 Sora No Otoshimono - Vocaloid (+18) [Com Mad Sora]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Mimio-chan~

avatar

Mensagens : 73
Pontos : 139
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 18
Localização : Provavelmente, atrás de um casal yaoi ou revendo meu DVD de the GazettE *o* Aoi, rebola pra mim, piranha u-u

MensagemAssunto: Sora No Otoshimono - Vocaloid (+18) [Com Mad Sora]   Sab Maio 12, 2012 2:01 pm

Sora no Otoshimono
By Tsubaki/Cherry and Mad Sora/Allan W. Sparks

Sinopse: Kagamine Len é um estudante normal que gosta de paz e vive sempre sonhando com uma garota de quem nem se lembra do rosto. Durante uma noite, ele conhece Rin, uma misteriosa garota andróide que caiu do céu. Rin conta que foi criada para realizar o seu desejo e Len fecha contrato com ela para se tornar seu mestre. Depois desse dia, o sonho de Len começa a mudar e os seus dias calmos se tornam um caos total.

Classificação: +18
Categorias: Sora No Otoshimono, Vocaloid
Gêneros: Ação, Amizade, Aventura, Comédia, Crossover, Death Fic, Drama, Ecchi, Fantasia, Ficção Científica, Humor Negro, Mistério, Paródia, Poesia, Romance, Shoujo-ai, Songfic, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Shotacon/Lolicon, Spoilers, Violência
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cherrie-bonbon.blogspot.com
Mimio-chan~

avatar

Mensagens : 73
Pontos : 139
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 18
Localização : Provavelmente, atrás de um casal yaoi ou revendo meu DVD de the GazettE *o* Aoi, rebola pra mim, piranha u-u

MensagemAssunto: Capítulo 1 - Caiu do Céu   Sab Maio 12, 2012 2:05 pm

" Eu acho que nunca tive um sonho assim antes

No sonho, uma garota que eu não conheço... Eu a amo... E ela me ama também... Mas... No fim, ela sempre... O céu sempre à leva embora e eu acordo...
"


Capítulo 1 - Caiu do Céu


Já estava claro naquela hora, sete e quarenta e cinco da manhã. Uma garota de cabelos verdes curtos usando um uniforme do colegial balançava calmamente um garoto que estava debaixo dos lençóis. Ele tinha cabelos loiros meio bagunçados com um rabinho de cavalo atrás da cabeça e estava enrolado no lençol, como se fosse um bicho de cesto.

– Lee–chan! Levante! - A garota disse, chacoalhando o garoto mais ainda - Levante! Nós já estamos atrasados!

– Deixa eu dormir mais um pouco... - O garoto disse, babando um pouco.

– Para de reclamar, eu disse LEVANTA!!

Ela puxou os lençóis, derrubando o garoto no chão. Depois de jogar os lençóis no chão, a garota corou um pouco e deu um grito.

– O-O que foi, Gumi? - O garoto perguntou, jogado no chão. Gumi mantinha os olhos focados na calça do pijama dele.

– Oh... Dizem que isso é um bom sinal... - Ele disse, parecendo mais calmo que o normal - Quando a bandeira está tremulando no mastro, Gumi...

– NÃO! - Gumi berrou, dando um tapão fortíssimo no rosto dele. Len sentiu como se tivesse sido decapitado. Todo machucado e meio dorgado, ele colocou o uniforme. Gumi foi até ele com um copo de leite nas mãos.

– Aqui, beba pelo menos um pouco de leite

– O-Obrigado...

Gumi olhou para a camisa de Len, cambaleando com o copo na mão.

– Seu laço está torto... - Ela suspirou - Não importa quantos anos você tenha, você ainda age como uma criança...


–-


– Vamos? - Len disse, ajeitando a mochila nas costas e trancando a porta de casa. Gumi deu um sorrisinho e esperou ele a alcançar.

" Nós moramos na cidade de Sorami. É uma pequena cidade com uma população de cerca de 7000 pessoas e é cercada por montanhas. Esta cidade não é particulamente conhecida por nada... E se fosse, seria pelo sorriso no rosto do velho fazendeiro... "

Durante o caminho, Len olhou para a esquerda. Um velho plantava algumas sementes em seu terreno. Quando eles passaram por ele, o velho os cumprimentou, com um sorriso de orelha a orelha.

" ... Ou pela árvore de flor de cerejeira que tem mais de quatrocentos anos... "

Em seguida, Len olhou para a direita. Em meio às cadeias de montanhas, uma árvore de flores rosa ganhava destaque em meio dos campos verdes. Eles andaram mais um pouco e chegaram no portão da escola, em cima da hora, e saíram correndo para não levarem atraso. Já dentro da sala de aula, Len, no fundo da classe, olhava pela janela.

" Todo mundo sempre diz que não tem nada aqui, mas eu gosto desta cidade "

Gumi olhou para Len. Ele estava com a cabeça apoiada na mão esquerda, quase caindo de cara na carteira.

" Meu lema é : ' Paz e sossego é sempre o melhor! '"

– EI! - Gumi disse, meio preocupada - Não durma!

Tarde demais. Len já tinha caído em cima de seu caderno.

" Ver televisão, comer, cochilar durante a aula... É bom ter um pouco de paz e sossego, não concorda? "


–-


" Salve-me "

– Hã?

Len abriu os olhos. Ele estava com um terno marrom e uma gravata vermelha. Ele se sentia meio leve.

" Eu sou do céu "

De repente, algo começou a brilhar dentro das nuvens. Len olhou para a luz, fortíssima. Uma garota de cabelos azul-claríssimos bem longos com asas gigantescas de anjo estava bem atrás dessa luz. Seu cabelo impedia que Len visse seu rosto, mas ele a conhecia muito bem.

" Eu sou... Do céu "


–-


– Lee–chan!! - Gumi repetiu - Lee–chan, acorda!! A aula acabou!

Len levantou o rosto. Gumi se assustou ao vê-lo. Em seguida, ela baixou o olhar. Len tinha lágrimas escorrendo de seus olhos.

– Você teve aquele sonho de novo, não é? - Gumi disse, baixando o tom de voz.

– Oh, eu estou chorando de novo? - Len disse, esfregando seu braço nos seus olhos.

– Ei, você tem esse sonho desde que você era criança, não é? Por que você não vai ao hospital e...

– Eu estou bem! Não é um grande problema...

– Mas... Ah, eu sei! Por que não falamos com o Leon-senpai?

– Ah! Não! - Len disse, aumentando o tom de voz e se levantando - Eu não quero me envolver com um cara que atrai problemas...

– Alguém vai pular do telhado? - Uma garota disse, do nada. Todos da sala olharam para a janela - Sem essa!

Len sentiu seu coração parar.

– P-Pular?!

No telhado, um garoto de cabelos loiros meio bagunçados e óculos de aros finos em uma asa-delta cobria os olhos com a mão.

– O vento está bom hoje - Ele disse, em um tom intelectual - Eu não estou feliz com a direção que ele está soprando. Mas não será um problema para a decolagem!

No pátio da escola, os alunos se amontoavam para ver o que estava acontecendo. Alguns falando nos celulares e outros pedindo para que ele não pulasse. Len pulou de seu lugar e parou em frente à uma garota de cabelos pretos, que estava olhando meio sorridente para o garoto.

– Olá, Lola - Len disse, cumprimentando-a. Gumi apareceu atrás dele.

– Hum... Eu ouvi que alguém ia pular do telhado? - Gumi disse, meio preocupada.

– Ali - Lola disse, apontando para o telhado da escola, onde podia se ver uma asa-delta.

– L-Leon-senpai? - Gumi disse.

– Você não está tentando pará-lo?! - Len perguntou, aumentando um pouco o tom de voz. Lola parecia nem ligar.

– Mesmo se você pedir para ele descer, ele não vai escutar. Eu vou me preocupar com isso depois que ele cair

– Mas isso é irresponsável! De qualquer forma você terá que aguentar o presidente do conselho estudantil!

– Se você está falando de seguros, eu já tenho um - Ela disse, puxando algumas folhas de papel - Seguro de vida, totalizando um milhão de dólares

– Uau... - Gumi disse.

– N-Não fique impressionada! - Len disse, meio indignado - Vamos pensar, Lola, vocês não são amigos de infância? Mostre mais um pouco de preocupação com ele!

– Você está sugerindo que eu não estou preocupada com ele?

– N-Não...

– Você está sugerindo que eu estou pensando que não seria tão ruim ver ele cair com um sorriso escancarado desses na minha frente e morrer quando as árvores de flor de cerejeira vão florescer?

Lola estava realmente muito assustadora. A cada passo para a frente que ela dava, Len dava um para trás.

– E-Eu não sei...

– E você está sugerindo que eu estou considerando a possibilidade de resgatar o seguro dele e viajar pelo mundo em um cruzeiro... Em luto por ele? O que você acha? Você quer saber?

– N-Não... - Len respondeu, suando frio. De repente, várias pessoas começaram a gritar. Len olhou para trás. Leon tinha pulado e estava voando na asa delta.

– Ele pulou... - Gumi disse, pasma. Os outros alunos começaram a gritar mais alto. Leon continuou voando até sumir do campo de visão de todos.

– Devemos voltar agora? - Len disse, dando meia volta, com cara de entediado.

– Lee-chan, e sobre o seu sonho? - Gumi chamou.

– E-Eu me recuso a falar com ele!

– O que você está falando? - Lola perguntou.

– Tem uma coisa que queríamos pedir ao Leon-senpai... Ouvi dizer que ele é muito experiente

– Sim acho que ele é... Ele é um pouco assustador, pervertido, muito estranho e sem dúvidas um monstro em vários aspectos... Mas você pode confiar nele...

Len começou a imaginá-lo na mata aonde caiu, com a asa delta quebrada e sua cabeça sangrando.

– Confiar na minha bunda! - Len soltou, sem mais nem menos.

– Mas não há mais ninguém para perguntar! Estou preocupada com você!

– Eu só quero viver em paz e sossego! - Len reclamou, virando-se de costas.

– Certo, entendo... - Gumi disse, calma. Len começou a tremer de nervoso. Era como se ela tivesse soado um alarme. No final, Len acabou se entregando. Gumi o arrastou até um clube com a placa de " Clube de Descobertas do Novo Mundo ". Leon já estava os esperando.

– Len? - Gumi olhou para ele. Len continuava parado - Leen... ?

Gumi acabou contando tudo sobre o sonho, enquanto Len continuava paralisado. Para ele era um saco ter que fazer isso, mas era necessário... Pelo menos para Gumi.

– Eu entendo tudo que você disse - Leon disse, balançando uma boneca que se parecia com a Sailor Moon, mas ruiva - Sonhos são sinais elétricos que o cérebro envia quando ocorre o processamento de memórias. Em outras palavras, os seus desejos ou memórias tornam-se seus sonhos

– Sim... - Len disse, se abaixando um pouco. Leon se levantou.

– Mas isso não é nada mais do que uma hipótese baseada na realidade! Você não pode explicar o irreal usando termos reais

Leon clicou em algo no seu computador. Len se aproximou um pouco mais.

– Olhe para isso

Len se abaixou mais um pouco. Leon fingiu que ia bater nele com a boneca.

– Não para isso...

Na tela do computador, vários mapas em 3D giravam enquanto uma bolinha preta percorria um caminho aleatório.

– Você sabe o que é isso? - Leon perguntou.

– N... Não... - Len respondeu.

– Exatamente

– O quê? - Gumi e Len perguntaram ao mesmo tempo.

– Você chegou a conclusão de que não sabe. Um grande número de cientistas passou muitos anos pesquisando, mas eles não foram capazes de descobrir nada sobre isso. Mas eu entendo o que esse buraco é realmente. E, claro, eu também entendo o que significa o seu sonho. Ambos são parte de um completo novo mundo! Aqueles tolos na comunidade científica! Algo com essa massa... Com esse deslocamento todo! Não poderia ser outra coisa a não ser um completo novo mundo que está flutuando lá em cima no céu! O seu sonho está diretamente conectado com esse completo novo mundo. Acredite em mim, nós iremos descobrir o que são esses seus sonhos...

– NÃO! - Len reclamou, neurótico - Não, não, não, não, não, não, não, não, não!

– Como é maravilhoso! - Gumi sorriu.

– Ei, Gumi, você acredita mesmo nesse absurdo todo?! - Len perguntou, indignado.

– Quando der meia-noite, esse novo mundo flutuará sobre a cidade.

– De qualquer forma, você não poderá decidir tudo isso por conta própria!

– Posso ir também? - Gumi se abaixou um pouco. Leon ficou em frente à ela.

– Claro que você pode

Len sentiu-se como se ele fosse pirar. " Isso é ruim " Len pensou " Eu posso ouvir o som da minha paz e minha tranquilidade sendo destruídas! "

– Nesse caso, vamos nos encontrar no alto da árvore de flor de cerejeira próxima ao santuário à meia-noite - Leon concluiu.


–-


Meia-noite. Estava tudo escuro e tranquilo em volta da árvore de cerejeira.

Len observava meio pasmo as estrelas, que estavam em uma forma meio estranha. A imagem de Gumi pedindo desculpas foi à mente dele.

" Desculpe, minha mãe disse que não posso ficar na rua até tarde "

Depois, Leon amarrado, mas com um homem segurando um celular para que ele falasse com alguém.

" Desculpe, a Mikako precisa de mim, eu não posso deixar de ir depois de tudo "

Len bufou e olhou para cima mais uma vez.

" Todos disseram que viriam comigo. Espere, o quê? Eu estou aqui por conta própria. Len. "

– AH! - Len se levantou, irritado - Eles que se fodam! Eu vou pra casa!

Quando Len deu alguns passos para a frente, ele sentiu seu celular chamar. Ele agarrou o aparelho e apareceu um número e em cima, " Senpai ". Len atendeu à chamada.

– O que aconteceu, Senpai? - Ele disse.

– Vamos sair daqui! - Leon berrou do outro lado da linha, que estava meio falhada.

– Hã?

– Eu olhei para os últimos dados e vi que tem algo acontecendo. Eu estou dirigindo o mais rápido que posso.

– O que? Eu não posso ouvir o que está dizendo...

– O... Bu... Buraco e... está se... movendo...

– Hum?

– ... Você... É...

Len olhou para cima. Bem ali, estava um enorme e brilhante buraco negro, bem em cima de sua cabeça. Algo amarelo e brilhante estava se movendo bem rápido.

– UAAAAAAAAAHH!!! - De repente, aquela coisa amarela se chocou com o chão e fez uma enorme explosão amarelada e brilhante. Len foi jogado para alguns metros de distância daquilo. Aos poucos, ele foi se recuperando - O-O que foi isso?!

Len foi na direção daquele buraco, cheio de fumaça. Aos poucos ele consegiu ver o que estava ali dentro. Ele consegiu ver o contorno de uma pessoa... Com seios bem grandes. Era uma garota, com um vestido top branco com alguns detalhes pretos e com o decote bem grande. Em seu pescoço, estava uma gargantilha de ferro com uma corrente escura e quebrada. Ela tinha cabelos loiros bem curtos e estava com os olhos fechados. O mais estranho naquela garota de aparência angelical eram suas enormes e brancas asas... Asas?!

– Não é... Uma pessoa não tem... U-UMA PESSOA NÃO TEM ASAS! - Len se assustou. " Mas, n-não ligue para isso! " ele pensou " Esse é o cheiro ardente de problemas! ".

– R-RECUAAAARR!!! - Len gritou, fugindo às pressas. De repente, enormes pedras envolvidas por algo azul começaram a cair em volta da garota. Elas pareciam perseguir Len. " O-O que está acontecendo?! " ele pensou, correndo mais rápido ainda. De repente, ele lembrou da garota " E-Ela ficará bem. Ela caiu do céu sem ao menos um arranhão... ". Len parou de correr. Ele continuou parado, enquanto as pedras iam caindo. " Eu não estou me involvendo. ' Paz e sossego é o melhor '. Esse é meu ". Ele voltou a pensar nela. A garota parecia tão... Inocente. " Esse é meu lema... Esse é meu... Quer saber? QUE SE DANE! ". Len deu meia volta e saiu correndo, desesperado. Quando ele chegou na garota, ela continuava como antes, mas agora com algumas pedras perto demais dela. Len desceu a ladeira de terra no buraco e alcançou a garota. Ele a colocou nas costas e tentou subir novamente a ladeira.

– Eu quero viver em paz! - Ele repetiu - Estou indo para casa, assistir TV e ir fazer qualquer coisa!

Len olhou para cima. Uma pedra enorme estava caindo em sua direção. Ele fechou os olhos e começou a gritar. De repente, as asas da garota se levantaram e algumas penas se soltaram, sendo levadas pelo vento. As asas dela agora estavam brilhando. Quando ele voltou a abrir os olhos, Len não sentia o chão em seus pés. Ele olhou para trás. A garota, agora acordada, estava voando, e segurando Len pela cintura. Seu rosto era sério e calmo. Ela cravou seus olhos azuis intensos nele.

– Começando impressão - Ela disse, calmamente. A corrente, que antes estava quebrada, agora estava aparecendo. Ela cresceu até a mão direita de Len e prendeu-se em seu pulso. Ela pousou no chão e deixou Len. Em seguida, ela caiu de joelhos e cabeça baixa - Prazer em conhecê-lo. Eu sou uma Angelroid classe doméstica. Estou aqui para realizar cada um de seus desejos, meu mestre.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://cherrie-bonbon.blogspot.com
 
Sora No Otoshimono - Vocaloid (+18) [Com Mad Sora]
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Sinopse Aki Sora
» Beijo ou Passo
» Personagens favoritos

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
FanFuck :: Fanfictions :: Fanfucks-
Ir para: